Despedida...!

136 comentários
 




Despedidas são sempre melancólicas... Por quase um ano mantive com cada um de voces, uma troca de energia, carinho, amizade, o que me fez muito feliz.
Esse tempo em que mantive o blog, tive muitas alegrias, grandes amigos, mesmo virtuais, mas que de tão forte, impossível não ser real... Alguns se tornaram reais... Amigos de carne e osso...
O que me faz acreditar que existe vida alem desse monitor...

Quero homenagear a todos voces, através minha primeira seguidora e quem primeiro comentou em meu blog, Paula Barros, do blog http://pensamentosefotos.blogspot.com/ , e no meu último post, minha mais nova leitora Valéria, do Blog http://bloggeragora.blogspot.com/.
Faço isso, porque citar nominalmente tantas pessoas queridas que passaram por aqui, é praticamente impossível... Foram 10.000 visitas....
Algumas passaram... outras ficaram... e fizeram desse meu mundinho, um mundo de sonhos...

Com Paula Barros, a mais antiga , e com Valéria, a mais nova, encerro aqui o Minhas vidas. Deixo a porta entreaberta... Pode ser que ainda reabra... pode ser que feche de vez...
Realmente não sei... Estou em um momento em que não me sinto em condições de manter o blog, como sempre mantive...de escrever... de retribuir as visitas... de visitar os amigos... de agradecer tanto carinho que recebo de voces... Estou em falta com todos...

Me faltam palavras para me expressar. Obrigada!

Beijos e abraços avassaladores!


.






.


Percevoir:

http://bitsofwisdom.org/2009/10/21/interesting/perception/

.
Leia +...

Contraponto...!

55 comentários
 



A magia de viver
está na facilidade com que a gente vai
das lágrimas ao riso...
Da apatia ao êxtase
Da tristeza a alegria
Da solidão a emoção
De ter alguém no coração
O sangue que ferve nas veias
A vida que pulsa
A euforia que contrapõe ao desânimo
Das tempestades a um lindo dia de sol
Dos campos secos e desfolhados do outono
Aos campos floridos da primavera
Do calor escaldante do deserto
Ao frescor de um oásis
Nossa capacidade de regenerar
Colar os caquinhos
Crescer as partes amputadas
A capacidade de sonhar
De acreditar
A esperança
Está em nós... em nosso coração... em nossa alma...
Basta acreditar...!



* Porque ainda é primavera e eu ainda não perdi a capacidade de observar a beleza das flores....









.
Leia +...

Tentação...!

58 comentários
 



Não me responsabilizo, quando a tentação é voce
Voce é a maçã que eu quero morder
É o inferno que eu quero experimentar
É o fogo onde quero me queimar
É o precipício onde eu quero cair
Águas profundas onde quero me afogar
Com voce perco o juízo
Não tenho medo do perigo
Perco os meus medos
Esqueço a cautela,
Fico atrevida
Sei dos riscos
Mas sempre me arrisco...








* For you...

.

Leia +...

Não...!

61 comentários
 



Não verás o pranto em minha face
Não verás a tristeza estampanda em meus olhos
Não verás meu acabrunhamento
Não verás o meu sorriso triste

Não verás!
Não ouvirás minhas palavras de arrependimento
Não ouvirás os meus lamentos
Não ouvirá os meus gritos de dor
Não ouvirás!

Não saberás do meu sofrimento
Não saberás de minhas noites de insonia
Não saberás das minhas manhãs frias
Não saberás dos meus domingos vazios
Não saberás de meus dias de tormento...
Não saberás da dor ao ouvir nossas canções
Não saberás!
Não saberás das minhas dúvidas
Não saberás das minhas incertezas
Não saberás das minhas fraquezas
Não saberás das minhas tristezas
Não saberás das minhas mágoas
Não saberás!
Não saberás das madrugadas em claro
Não saberás o quanto me faz falta o teu beijo
Não saberás o quanto quero teu abraço
Não saberas o quanto meu corpo ainda precisa do teu
Não saberás!
.
Leia +...

D de dor...!

37 comentários
 



Dor


Dilacera
Desatina
Desorienta
Desalenta
Desconsola
Descompassa
Desanima
Descabela
Desassossega
Deprime
Destroi
Desanda
Desgosta
Desespera
Desconcerta
Desmorona
Desaponta

Desequilibra
Desencanta
Desenxabida
Descontente
Descabida
Desmedida
Desvairada
Devastadora
Descompassada

Destrambelhada ...



Podem continuar a lista, porque a dor não acaba aqui...




Ilustração: John Everett Millais, Ophelia.
Leia +...

Ficha

38 comentários
 




O amor não precisa de ficha cadastral, nem de mais nenhuma informação adicional... Ele acontece e pronto.








.
Leia +...

Nada além...

49 comentários
 






Amar de verdade, muitas vezes significa deixar o ser amado ir...voar... se assim ele é feliz...
Não aprisionar, talvez seja o maior dos desafios de amar...
Livre como um cavalo selvagem.
Leve como uma borboleta.
Ligeiro como um beija-flor.
Assim é o amor... Não tente aprisioná-lo, classificá-lo. Nada de catalogá-lo. Não lhe pregue etiquetas, rótulos, códigos de barra, nem data de vencimentos. Não tente armazenar....é a morte do amor...
Ele é volátil, e quando menos voce esperar,
perceberá que nada mais resta em seus "containers"...
O amor é como espirais de fumaça, gotículas de água, a melodia de uma música, a
beleza de uma orquídea...a fragilidade de uma libélula...
Admirar seu voo livre, seu colorido, seu alarido...
Ouvir seu canto, embriagar-se com seus encantos, chorar com seu pranto...
Mas jamais tentar prendê-lo,carimbá-lo, acorrentá-lo;
Engarrafar, represar, estancar, segurar... Jamais!
Amor é liberdade, é infinito, é intocável e admirável...
Amor é sonho, amor é ilusão, amor é emoção...
Amor é para sentir...aspirar, ouvir, sonhar, admirar...
Sorver, em doses mínimas, em pequeninas taças de fino cristal...
A efemeridade do amor é que o torna tão grandioso...
Deixo-o livre, e verá um desabrochar explendoroso... Um brilho esfuziante...
Deixe-o livre...E terá um espetáculo para apreciar, aplaudir, gritar "bravo"!
Aprisione o amor, e terás um funeral...
Portanto, dê-lhe belas asas...
Ensine-o a voar.. ajude-o...
Há que se bastar com isso...!







"De volta à terra
A pipa
Perde sua alma ."


Kubonda





* "Amigo é coisa pra se guardar, do lado esquerdo do peito..."

.
** Hoje, esse vídeo é para voces... Voces, que por aqui passaram e deixaram seu carinho expresso em forma de palavras... Um acalanto para minha alma... Obrigada!




Atualizado em 23/10/2009 às 20:30 hs.

*** Para quem curte um pezinho, um belo trabalho aqui: http://pesysapatos.blogspot.com/, e eu claro, como modelo...rs



.

Leia +...

Velas Rasgadas...

89 comentários
 



Velas rasgadas
Barco a deriva
Sem pressa de partir
Sem pressa de chegar
As vezes isso faz bem...
Navegar sem destino,
Sem lugar para atracar
Apenas a imensidão do mar...
Sem porto para ancorar
Sem amores a esperar
Sem saudades para sentir
Apenas navagar...
Não há que se ter rumo
Nem bússolas
Nem timoneiro
Apenas o vento, em seu trabalho lento...
Como lento são nossos sonhos
Como lento são nossas ilusões
Como lento são nossos amores
Quando o tempo para...
e o relógio trava...
Só o vento... apenas o vento...
.





.
É aqui que recebo generosas doses de energia, que me dão força para buscar cada dia mais, postar coisas bonitas e agradáveis...
De repente essas energias foram sugadas... Preciso de um tempo para saber se ainda tenho recarga...
Não estou encerrando o blog... Apenas preciso deixar que minhas asas cresçam novamnete, para que eu possa voar...
Qualquer palavra de agradecimento, torna-se insignificante, diante do tamanho do carinho de voces!





*

Atualizado em 09/10/09.

Amigos, voces são pontinhos de diamantes cravejados na alma...

Obrigada a cada um de voces que gotejaram amizade e carinho generosamente...


*


Leia +...

O que, ou quem, está por detrás do monitor?

55 comentários
 






Venenos!







E mais veneno!!!






Dentes!




Mais rosnado!



Medo desta?






Caninos famintos!





Mais esta !





Pior esta !



Esta cara !




Pode ser esta!!!

.




E pior de todos... Este!!!




**Amigos, nesses quase dez meses de blogosfera, posso dizer que só tive alegria, carinho, ternura, amizade, respeito.

As decepções, pequenas, mas que causam um dano tremendo, foram pouquíssimas... Mas daquelas que sangram....

Perdão por esse desabafo, mas está entalado aqui na garganta!

.

Leia +...

Se não der certo...

30 comentários
 


Vale a máxima de Vinícius de Morais:

"Que não seja imortal posto que é chama, mas que seja infinito enquanto dure..."


Se não der certo
Fica aquele momento em que nossas pernas
se roçaram embaixo da mesa, e uma corrente elétrica
percorreu nossos corpos...
Se não der certo
Fica a lembrança daquela madrugada que deixaste tua moto
na casa de nossa amiga, e foi me levar em casa...
Se não der certo
Fica a lembrança aquela noite em que, parados na porta de sua casa,
me chamou para tomar uma última taça de vinho...
Se não der certo
Ficam aqueles momentos, em que em pé na cozinha, taças na mão,
olhares que causavam curto-circuito...
Se não der certo
Fica aquele momento, em que todo sem jeito,
me encostaste na parede, e me deu o melhor beijo do mundo!
Se não der certo
Fica aquela sensação, quando nossos corpos,
tranformados em um só, estremeciam de prazer
Se não der certo
Fica a gostosura daquele banho a dois,
quando suas mãso deslizavam por meu corpo
brincando com a espuma do sabonete...
Se não der certo
Fica a lembrança da manha seguinte, quando me olhavas de soslaio,
como se para confirmar que eramos nós...
Se não der certo
Fica aquela mensagem no celular "kd vc?",
quando senti a urgência do teu chamado, louco de saudade e desejos...
E fica minha resposta, "estou aqui"...
E fica aquela noite de novo... e de novo... e de novo...
Se não der certo
Fica a lembrança de algo que foi, e está sendo perfeito ...
Se não der certo
Já deu tão certo
Que está tudo certo...




Ilustração: Amanda Cass, Espírito Livre.




Que são elas... Descubra aqui ....





.
Leia +...

Ode ao amor....!

51 comentários
 

A ti , querido meu... objeto do meu amor, dos meus desejos, dos meus sonhos... Te amo, de Camães a Afonso Romano de Sant'Anna, um amor, tipo de Rodin e Camille claudel, Romeu e Julieta, de Lampião e Maria Bonita! Amor de cinema, amor de novela, e o melhor... amor de vida real... És sol, estrela, lua e planetas... És minha costelação de Ursa maior. É por tí que meus olhos brilham e meu coração dispara, minha pele arrepia, meu sangue ferve!
É por ti que cantarolo baixinho, que faço poesia sem saber, que escrevo pelos cotovelos, só para voce ler... É por teus beijos que espero, por teus abraços que aguardo ansiosamente, é nesse calor de teu corpo que quero me queimar, é por tua voz que meus ouvidos esperam, em teus braços é que quero desfalacer... e desfaleço!

É por esses olhos verdes que quero ver a vida... É com essas mãos que quero brincar de amar...
És minha doce realidade, que mais parece um sonho...
És toque, cheiro, gosto, desejo e tesão...
É por tí que me desmancho e me refaço...
Por tí... somente por tí!
.
Ilustração: Amanda Cass, Coração florecendo.
.
* Não percebi tua chegado, quando dei por mim, já estavas instalado em meu coração....
.
*Atualização em 25/09/09.
Quem São Elas...
Leia +...

Fruto Proibido...!

62 comentários
 




Fruto Proibido

By Ava



Fruto saboroso
Que me cega e seduz
Tenta meus sentidos
Provoca minhas vontades

Com as tuas malandrices
Me faz pecadora sem perdão
Quando chegas sorrateiro
Abres a porta de mansinho
Me pega em teus braços
Num tentador amasso ...
Quando tiras a camisa
Exibindo um peito másculo
Macho, viril e sedutor ...
Me domina, me desatina
Me hipnotiza, me usa , abusa, me lambuza ...
Meus olhos, antes que minha lingua,
Te beija, te lambe, te cheira, te come ...
Meu corpo roça o teu, encosto, enrosco
Arrepios, prazer, doce enlouquecer ...
Sinto voce... faminto, exigente, carente
Me tocas...me exploras, me devora...
Eu, devassa, profana, insana
Tu, afoito, excitado, atrevido
Tua pele, teus olhos, tuas mãos
Loucas sensações, extase e emoção

Teu calor, teu colo onde me deito
Refeita, saciada, satisfeita
Sentindo ainda a tua respiração
Arfante, ofegante...!






*Ilustração:
Alla Breve By Tomasz Rut

.






.
Leia +...

Um presente...!

21 comentários
 




NÃO ME PEÇA DEFINIÇÃO

Renata Cordeiro


Não me peça definição
se branco ou preto
que eu fico com o arco-íris
se quero ou não
que eu venho com um talvez

Minha única certeza
é que tenho dúvidas às dúzias
dos tempos prefiro o indefinido
e dos pontos o de interrogação.

Você dirá que sou do contra
e que faço tudo de pirraça...
posso até concordar
de tanto que detesto
discussão e bate-boca.

Nosso caminho está cheio de escolhas, é certo
e quem for esperto acha logo a saída do labirinto
mas como em outra encarnação
devo ter sido um monge tibetano
não acredito muito em livre-arbítrio
e na capacidade de mudar o mundo.

Quantas vezes não desviaram o curso dos rios
e veja só no desastre que deu...

No auge da confusão
fico esperando que os rolos mais cabeludos
se resolvam por si

obedecendo a não sei que lei
– provavelmente à do acaso, do caos
ou então à anti-lei de murphy
Em matéria de esperar
como mulher nasci esperando
e se o sinônimo de paciência é Jó
aposto que houve alguma Jóana
que ganhava dele de longe mas
nem a Bíblia nem os historiadores registraram
Que lapso!

Estou vendo o dia
em que acabarei como vovó
na cadeira de balanço
enrolada num xale
olhando tranqüila a bagunça em volta
como quem nada quer
esperando mais uns séculos
pelo dia em que um homem
– enfim – entenda uma mulher!




Ofereço à querida Ava este singelo poema, com todo o meu carinho,
Renata Cordeiro
15/09/2009



*Poema enviado por Renata Cordeiro, http://blogrenataeuedai.blogspot.com/ um belo presente, que me enche a alma de alegria!
Obrigada, Renata, por esse mimo... Há momentos na vida, em que um gesto de carinho tem um significado imenso...

** Ilustração: PASSION, BY SVETLANA NOVIKOVA, escolhida pela Renata.


.
Leia +...

Estilhaços...!

54 comentários
 




Sou água que escorre
Sou sol, sou lua e estrela
Sou brilho, sou sedução
Sou neve, geleira , sou vulcão

Sou amor, sou paixão
Sou pimenta malagueta, sou doce cacau
Sou ouro de aluvião, sou carvão, sou cristal!


Sou vento de tempestade,
Sou tsunami dos mares
Sou deserto, sou oásis
Sou fogo de agosto,
Sou chuvas de março
Sou flor, sou espinhos
Sou inteira, sou pedaços!


Sou tristeza, sou melancolia
Sou realidade, sou fantasia
Sou insana, sou profana
Sou bruxa, sou fada
Sou puta, sou dama
Sou mulher, sou diaba
Sou santa, sou menina, sou vadia!


Sou inteira, sou metade
Sou medo, sou coragem
Sou ódio, sou mágoa
Sou sonho, sou alegria
Sou feitiço, sou magia
Sou preto no branco
Sou lágrima, sou pranto!



Sou falsa, sou verdadeira
Sou amiga, sou traiçoeira
Sou a busca, a procura, a espera
Sou início, sou meio, sou o fim
Sou destino, sou ponto final
Sou partida, sou estrada, sou chegada
Sou planície, sou precipício... não mexe comigo!
.




*Cacos, cavacos , trapos, pedaços , estilhaços, retalhos de sentimentos.
Vida que escorre, cachoeira brava, sem cercas, sem represas, sem barreira, sem muro de contenção.
Emoções que galopam a solta; cavalo selvagem, meio atrevido, sem direção...

.

Leia +...

Vim de Cachoeira...!

29 comentários
 

Não nasci pra viver nesta prisão,
nasci fadada a uma grande solidão...
Este é meu fim e meu enredo...
Seguir só, desbravando
a própria estrada,
cantando na alvorada meu segredo.
Não posso ir montada, de garupa,
juntando trapos, misturando medos.

"Dá o pé, louro"...
Eu não posso
que o meu pé foi feito pra poeira.
Respeite o meu feitio,
a minha beira,
que nasci pra lá da margem...
Aguaceira.
Não estou de forma pra comando,
nasci pro mando - sou dona da zoeira.
Aprendi a controlar a fome e o medo...
Não vim de rio, vim de cachoeira.

Não nasci pra viver nesta prisão,
vim destinada a uma grande solidão.
Respeite o meu desmando,
o meu degredo...
Não vim de palacete, vim de esteira.
Não vim de dama, vim de passageira...
Não sou madama
de casa e estoque,
sou de choupana,
de vidro e berloque...
Sou cachoeira.

Não nasci pra viver com este toque
- fêmea francesa.
Sou da vida, danada e brasileira.
Não aceito ter dono
e nem fronteira...
Não nasci pra viver no teu cangote,
tome teu bote, derive pela beira...
Recolhe o cio,
transfere teu mote...
muda o curso do teu rio
- na poeira...
Evita a queda
que sou cachoeira
!




.

Poema de Elza Fraga

Publicado em "Coletânea Literária-
Casa do poeta Rio Grandense- 2006"


.
Em minhas viagens por esse mar virtual, me esbarrei com essa poeta, que me hipnotizou a primeira leitura.

.
Sua biagrafia, bem como seus sites e blogs, podem ser conferidos AQUI e AQUI.
.
Desencantando por aqui: http://verbofeminino-rm.blogspot.com/
.
Leia +...

Classificados...!

59 comentários
 
08 de Setembro de 2009!


Sou uma pessoa de bem com a vida.
Não deixo nada entristecer o meu semblante, nem apagar o meu sorriso.
Gosto de um bom livro, uma boa poesia, um bom filme, uma boa peça de teatro.
Gosto de música, gosto de viajar, gosto de dançar, gosto das madrugadas...
Gosto de amigos, de uma rodada de buteco, de uma feijoada em familia, de uma jantar romântico ...
Gosto de velas, gosto de vinhos, gosto de flores...
Gosto do amor!
Gosto de um carteado, de uma dose de tequila, do chopinho de fim de tarde...
Gosto de sorrir, gosto de alegria, gosto da vida!
Gosto do aconchego do meu lar, gosto dos meus momentos de sozinhês.
Gosto da minha companhia, gosto da pessoa que vejo refletida no espelho...
Gosto de mim!
Gosto de pensar que existe alguém especial.
Que preencha meus requisitos...
Que me complete, que saiba lidar com essa mulher de 50 anos, que se descobre a cada dia...
E que se empolga com cada descoberta, a principal delas, é que, definitivamente, a vida não termina aos 50...
Uma pessoa que goste de viver, sorrir, amar, vibrar, pulsar...
Que goste de música,de livros, de cinema, de teatro, de poesia, e claro de flores!
Que converse abobrinhas, que fale de futebol, mas que também saiba o que se passa na política, na economia, no mundo!
Que me leve em Cruzeiro pelo Caribe, ou para aquele rancho de pescador, na curva do rio, com o mesmo romantismo...
Que me convide para um jantar a luz de velas, ou para acampar, com a mesma poesia ...
Que me leve para dançar um tango em Buenos Aires, com a mesma alegria que na Gafieira da esquina...
Que me leve para assistitr um espetáculo na Broadway, com a mesma graça com que que me leva ao circo mambembe, com direito a maçã do amor...
Que me mande orquídeas, mas não deixe de me oferecer aquele botão de rosa vermelha, nos bares da vida.....
Que saiba sorrir, e me faça sorrir...
Que veja a vida pela ótica da alegria, sempre!







** Esse é o primeiro post meu, em que a foto veio antes. Garimpada no blog : http://surtadascomx.blogspot.com/, não resisti ao seu apelo visual. Fiquei pensando em o que torna o homem ideal impossível...Assim nasceu classificados...
.
*** Porque 50 anos merece...
.
Atualização em 10/09/2009 as 11:48 hs.
.
Fora do ar por alguns dias. Uma viagem a Belo Horizonte, de última hora, para conhecer Paula Barros, do blog:
http://pensamentosefotos.blogspot.com/ . Uma pernambucana, que traz em suas palavras, todo o calor e carinho de uma amizade que nasceu assim que criei meu blog. Em sua passagem por BH, não poderia deixar que essa oportunidade fosse perdida...
Amiga conhecida, real, humana!
Bom conhecer alguém, que já admiramos há tempos!
.
Obrigada a todos, que por aqui passaram, deixando palavras repletas de carinho.

.



http://cadinhoroco.blogspot.com/. Aqui, mais do encontro com Paula Barros e um pouquinho do que foi uma noite memorável...
Leia +...

P...!

54 comentários
 









P... de mundo virtual, onde nunca posso tocar o real...





.
* Me sentindo absurdamente cansada...








.
Leia +...

Eletrizante...!

41 comentários
 



lareira

fogo

creptante

vinho

tinto

música

Habanera

tapete

corpos

mãos

pernas

bocas

linguas

dentes

pele

sentidos

gemidos

roupas

rasgasdas

susurros

respiração

ofegante

pressa

Tesão

paixão

explosão!




.
.
* Porque os paradoxos existem... http://verbofeminino-rm.blogspot.com/
.
** Ilustração: Óleo sobre tela. Amantes de Outono . Natália Duro Gromicho
.
.
Leia +...

Expectativas...!

46 comentários
 

Sem expectativas...

Nada de ansiedade

Apenas desejos e vontades não satisfeitos

Apenas vontade de ver voce... tocar voce...

Saber que é real

Sentir seu cheiro

Provar o gosto do seu beijo

Sentir o calor do seu corpo

Ouvir sua voz

Olhar seu rosto

seu sorriso

Sem expectativas, continuo te querendo

Sem expecitativas, continuo te desejando

Sem expectativas, continuo te esperando

Sem expectativas....

Espero
Olho o telefone

A caixa de e-mail

Ou até um sinal de fumaça...

Sem expecativas ...

Ainda espero voce...!




..."mas não crie expectativas para além das minhas "...







.
Leia +...

É das calcinhas que eles gostam mais...!

47 comentários
 


Comecei a editar o post para o VERBO FEMININO, onde o tema é a fatídiga calcinha bege...
Ao procurar fotos para ilustar o texto, eis que me deparo com uma gama de calcinhas que quase me enlouquecem...rs
Pensei: coitado dos homens...
Cheguei a conclusão que, pior que calcinha bege, são aquelas calcinhas com frases de efeito...broxantes...rs
Não resisti e selecionei uma pequena amostra...

Sobre os apuros passados quando se usa uma calcinha bege, leia mais
aqui...

.
Leia +...

Interruptores...!

44 comentários
 





Me ensina

Onde fica o

Interruptor ...

Como posso apagar

Tanta saudade

E
a vontade

Que tenho de voce...





"e aqui estamos...para onde vamos....? não importa, pois como já disse: o que importa é a caminhada... vamos assim, aos poucos...tateando pelo escuro...até acharmos algum interruptor..."


Voce achou o interruptor... iluminou minha vida... cuidado ao apagá-lo... Posso ter medo do escuro...











.
Leia +...

Voo livre...!

45 comentários
 


Te solto




Te enrolo



Te puxo



Te prendo



Te amasso



Te rasgo



Te colo



Mas se queres linha, deixo-o voar...





Ilustração: Candido Portinari, Pipas, 1941.



Leia +...

Ordinário, mas inesquecível...!

39 comentários
 











Quando o desejo e a sedução entorpecem os sentidos...



Corpos que se entregam sob o fascínio das luzes em neon...



Para saber mais sobre luz neon, By Ava , é por aqui:
.......................................................................................................................................................................
Leia +...

Como...?

45 comentários
 


Como deletar voce


Se salvei sua imagem


Na retina dos meus olhos...
.
.
Leia +...

O tato...ou toque...?

46 comentários
 

É o tato, o toque, que desperta todos os nossos sentidos... Um roçar de pele tem o poder de uma descarga elétrica em nosso corpo.Ser sentido, e sentir o calor do outro... Deslizar de dedos, roçar de corpos, que arrepia a pele e faz os desejos aflorarem...
Esse despertar de sensaçãos, começa com a imagem do outro, seja na nossa mente, seja na vida real...
Queremos beijar pegar, tocar, alizar, amassar, apertar, beliscar, morder,arranhar, o corpo desejado....
Mais, desses sentimentos sentidos, estão aqui: http://verbofeminino-rm.blogspot.com/ , onde o tato não tem limites... E onde os sentidos se perdem...
Leia +...

Detesto...!

44 comentários
 



Detesto essa sensação de que o inferno é bem alí...
E de como a gente chega nele rapidinho...



Ilustração: Eugène Delacroix


"O Inferno é a primeira parte da "Divina Comédia" de Dante Alighieri, sendo as outras duas o Purgatório e o Paraíso. Está dividido em Trinta e Quatro Cantos (uma divisão de longas poesias), possuindo um canto a mais que as outras duas partes, que serve de introdução ao poema. A viagem de Dante é uma alegoria através do que é essencialmente o conceito medieval de Inferno, guiada pelo poeta romano Virgílio. No poema, o inferno é descrito com 9 Círculos de sofrimento localizados dentro da Terra. Foi escrito no início do século XIV. Os mais variados pintores de todos os tempos criaram ilustrações sobre esta obra, se destacando Botticelli, Gustave Doré e Dalí."



A Barca de Caronte. Jose Benlliure Y Gil




"O Inferno conforme descrito por Dante na sua Divina Comédia no século XIV ficou profundamente marcado na cultura popular, e auxiliou à criar a visão de um inferno relacionado à paixão, desejo, pecado e condenação. Muitas vezes em filmes e séries ou mesmo desenhos animados ele é citado, por exemplo, o inferno da Saga de Hades, em Cavaleiros do Zodíaco/Saint Seiya de Masami Kurumada, um dos mais famosos animes foi baseado no inferno de Dante. Ás vezes lugares muitos quentes podem ser relacionados ao inferno descrito por Dante"






Culpa se refere à responsabilidade dada à pessoa por um ato que provocou prejuízo material, moral ou espiritual a si mesma ou a outrem. O processo de identificação e atribuição de culpa pode se dar no plano subjetivo, intersubjetivo e objetivo.

No sentido subjetivo, a culpa é um sentimento que se apresenta à consciência quando o sujeito avalia seus atos de forma negativa, sentindo-se responsável por falhas, erros e imperfeições. O processo pelo qual se dá essa avaliação é estudado pela Ética e pela Psicologia.

No sentido objetivo, ou intersubjetivo, a culpa é um atributo que um grupo aplica a um indivíduo, ao avaliar os seus atos, quando esses atos resultaram em prejuízo a outros ou a todos. O processo pelo qual se atribui a culpa a um indivíduo é discutido pela Ética, pela Sociologia e pelo Direito.
Leia +...

Menino Vadio...

24 comentários
 

Te quero assim
Sem compromisso
Sem amanhã
Sem o antes
Sem o depois
Sem chegadas
Sem partida...
Te quero assim
De qualquer jeito
de todas as maneiras
Sem hora marcada
Sem hora de chegada
Sem hora de partida
Sem Campainhas...

Te quero assim
Sem futuro
Sem passado
Te quero hoje
Te quero agora...

Te quero assim
Sem amarras
Sem grilhões
sem correntes
Sem cercas
Sem demarcações
Te quero livre
Te quero solto

Te quero assim
Te quero príncipe
Te quero plebeu
Te quero mocinho
Te quero bandido
Te quero cavalheiro
Te quero cafajeste...




Porque te quero e por tanto te querer, não quero mais nada...


Tetê, obrigada pela música... Gostei tanto, que aquí está... Na medida certa para o meu post...rs


Leia +...

Da tua chegada...!

58 comentários
 


Voce chegou...
Tão de repente
Tão imponente
tão prepontente
Tão envolvente
Tão atrevido
Foi demarcando seus espaços
Foi ocupando meu coração
Foi derrubando minhas resistencias
Foi brincando com minhas emoções...
Voce chegou...
Invadino meu mundo
Derrubando portas
Quebrando chaves
Arrebentando cadeados
Violando códigos
Rompendo correntes
Invadindo minhas fortalezas
Se apossando dos meus sentidos...
Voce chegou...
Como ventania de agosto, tirando tudo lugar
Como chuva de verão, fazendo estragos
Como fogo nos campos secos, devastando tudo
Como enchentes de março, levando o que tem pela frente
Voce chegou...
E acabou com a minha paz
E acabou com a minha resistência
E acabou com as minhas verdades
E acabou com os meu conceitos

PS: Recordações, em forma de cachoeira, que escorre por aqui: http://verbofeminino-rm.blogspot.com/ .

PS II: A convite do rm, um amigo querido, mais uma postagem, agora, falando de saudade... Ou seria "Dor Pungente"...???





Leia +...

E agora...!

38 comentários
 

E agora...
Da alegria fez-se a tristeza
Da saudade fez-se a lágrima...
Do contentamento fez-se a dor...
Do encanto fez-se pranto...

E agora...
Dá lágrima, fez-se a mágoa...
Do amor fez-se o ódio...
Da felicidade, fez-se tristeza
Da emoção, fez-se a solidão

E agora...
Que não sei o que fazer
Que não sei o caminho
Que queimei minhas pontes
Que não sei como voltar...

E agora, que só resta o ódio...
Que insiste em querer dançar a minha frente...

E agora?




Ilustração:estudo para tela/rafaelgodoy



Leia +...

Dos gritos...

44 comentários
 




Há gritos que morrem na garganta...Esses não podem ser ouvidos...



Leia +...

Testamento...!

27 comentários
 




Podem cremar os restos mortais de minhas ilusões e lançar ao vento...




"Sabe que, como poeta, sinto; que, como poeta dramático, sinto despegando-me de mim; que, como dramático (sem poeta), transmudo automaticamente o que sinto para uma expressão alheia ao que senti, construindo na emoção uma pessoa inexistente que a sentisse verdadeiramente, e por isso sentisse, em derivação, outras emoções que eu, puramente eu, me esqueci de sentir."


Trecho de uma carta de 1931 de Pessoa, a João Gaspar Simões


PS:Mas uma vez, me pedido de desculpas pela ausência...
Por esses dias, difícil coordenar vida real e virtual...
Voces são a razão de tudo isso aqui...





Leia +...

Das correntezas...

50 comentários
 

A convite do amigo querido, rm , aceitei o desafio de

escrever algo para seu blog:http://verbofeminino-rm.blogspot.com/

As palavras tomaram forma de conrrentezas, que escorrem por lá...



Meu amigos queridos,
beijos e abraços avassaladores a todos , que sempre souberam me dar carinho e amizade , numa desmonstração de que o virtual pode sim, se tornar real, na medida que o sentimentos são reais....


Um dia do Amigo, repleto de amizade e carinho para todos!
Leia +...

O que dói em mim...!

53 comentários
 

O que dói em mim é esse querer latente...

Dói em mim os beijos quardados que não te dei...

Dói em mim o desejo não saciado...

Dói em mim a "saudade pungente que mata a gente"...

Dói em mim as noites em claro, ansiando por voce...

Dói em mim meu corpo te querendo a cada segundo...


O que dói em mim é essa vontade insatisfeita...

Dói em mim e a vontade de sentir teus lábios...

Dói em mim e a vontade de sentir tuas mãos...

Dói em mim a vontade de experimentar teus carinhos...


O que dói em mim, é o desejo insaciável de ti...

O que dói em mim é o gozo não gozado...

O que dói em mim é essa saudade de algo que nem sei o que ...

O que dói em mim e a dor de não te ter!


A dor que me machuca é a dor das madrugadas frias,

onde minhas mãos incorporam as suas,

na vã tentativa de saciar-me...


Mas...

No final do dia, que pode ser a qualquer hora, a Amizade daqueles que nos Amam, nem tudo cura, mas são doces analgésicos!...

São quem nos dão a força para novos ínicios de novos dias... que podem ser a qualquer hora!



* Ilustração: Angústia - Salvador Dalí


** Um amigo é como um cristal.... "A energia do cristal, quanto mais estimulada, mais se movimenta", a amizade também....




Atualização em 19/07/2009 às 12:11


Minhas Vidas por aí...

Depois de um convite desafiador, de querido amigo rm,
lá fui eu escrever algo para seu blog...
Para quem quiser conferir, aqui está: http://verbofeminino-rm.blogspot.com/
O desafio eu aceitei, a aprovação é de voces...rs

Beijos e obrigada pelo o carinho de todos...!

Meu muito obrigada especial, ao rm por esse convite.


Leia +...

Sobre que escrever...!

54 comentários
 

Recalco-me neste "Não saber sobre que escrever”!...
Não sei porque me sinto vazia,
Seca!...
E não tenho maneira de lubrificar minhas ideias...
Penso nas lágrimas que já derramei,
nos sorrisos que já dei,
nos abraços que recebi,
nos carinhos que distribuí,
penso na dor e na alegria,
como ambas se unissem num complô para me desoriantar...
Penso nos amores que sonhei,
os possíveis e os impossíveis...
Penso no beijo roubado,
no beijo consentido,
no beijo apaixonado,
no beijo perdido,
no beijo que nunca dei...
na boca que nunca beijei...
Penso no amor que deu frutos e nos Frutos abençoados...
penso nas festinhas de aniversário,
Nos batizados e nos casamentos,
Nas separações...
Penso na vida,
Penso na morte... e para lá da morte...
Penso no aconchego de um colo de mãe,
No carinho de pai em forma de mil cuidados...
Penso nos amigos, nas amizades novas, nas antigas,
alguns que chegam outros que partem,
mas sempre amigos...
Penso no barulho que ouço lá fora,
os barulhos da noite...
Penso no amanhecer,
numa nuvem que se dissipa,
num pingo de chuva que se vai desfazer na cara de uma pessoa qualquer,
no vento que passa e nos leva,
No vento que nos tráz,
Penso no sol ofuscante que nos faz desviar a vista...
penso no calor desse sol a dourar a pele de um corpo estendido preguiçosamente sobre a areia branca...
Penso nas ondas do mar que se quebram contra os rochedos numa luta sem vencedor!...
Penso naquela pérola que se tranca dendro de sua concha e se prepara para sair só depois de linda e perfeita...
Penso na música,
penso na poesia,
Na beleza de uma pintura...
E na pintura,
Penso naquela unha encravada que alterou meus passos,
naquele dedo cortado,
naquela queda de bicicleta...
Aquela noite que deu em pensamente maduro,
Numa volta completa...
Na frase daquele amigo querido que sabe me virar do avesso,
penso nos poderes mágicos de um cristal...
Penso na cozinha ,
naquela bacolhoada de domingo de páscoa e no prato que quebrou,
naquela noite em que serviram de pandeiros...
penso na fruta madura que colhi e saboreei,
Penso na árvore que, generosamente, me dá seu fruto e sua sombra..
Penso na sombra...
E penso... Penso...
E pensando, as imagens vão desfilando na minha mente e percebo que já encharquei as minhas idéias...
Talvez porque não tenha pensado nessas coisinhas insignificantes...
Saber que são nessas coisinhas aparentemente insignificantes que muitas vezes compreendemos o valor de nossa insignificância perante o universo...
E compreendemos de igual modo toda a nossa enorme importância no mundo que vivemos, na vida que temos,
O quanto somos importantes para as pessoas que nos rodeiam,
Penso no dia que chega ao fim repleto de imprescindíveis coisinhas insgnificantes!..
Penso, afinal, em escrever sobre “não saberes que importam”!...





Leia +...

Hombre Pequeñito

41 comentários
 

Hombre Pequeñito

Autora: Alfonsina Storni


Hombre pequeñito, hombre pequeñito,
suelta a tu canario, que quiere volar…
Yo soy el canario, hombre pequeñito,
déjame saltar.

Estuve en tu jaula, hombre pequeñito,
hombre pequeñito que jaula me das.
Digo pequeñito porque no me entiendes,
ni me entenderás.

Tampoco te entiendo, pero mientras tanto
ábreme la jaula que quiero escapar;
hombre pequeñito, te amé media hora;
no me pidas más.





*Atualização em 12/06/2009 às 7:29 AM.

01 - Um agradecimento especial a Marcia e Ana, do blog http://encantosamigos.blogspot.com/ , que com tanto carinho e amizade, me presenteiam com um lindo post em minha homenagem.
Amigos são gotinhas de bálsamo em nossos corações...

02 - Meu carinho especial vai para a Tetê , que com tantos " ses ", faz uma baile com palavras. E ao querido amigo rm, que sabe acariciar os ouvidos dessa blogosfera com uma seleção musical que nada deixa a desejar. E atendendo a meu pedido, nun delicioso gesto carinho, colocou a música certa para a Tetê soltar o VERBO...

Vale a pena conferir!

Leia +...

Poema Inacabado...!

40 comentários
 
Poema Inacabado

Leticia Thompson

Você fica em minha vida
Como um poema inacabado
Como a Sinfonia
Beleza não finda
Porque soube ser começo
Mas não fim.

Você fica e eu sigo
Ou você segue e eu fico
Sempre desencontrados
Um buscando a estrada
O outro a direção.

E o fogo que arde aqui dentro
Magoa a mulher
Queimando a alma
Matando os desejos
Se apagando aos poucos.

Não acho poesia
Para terminar você!
Ai!... Como isso dói
De não saber
Construir um fim!
De não ficar
Que a metade de mim!

E você fica assim
Como reticências
No fim de um poema.

E eu, desiludida
Sigo a vida
Com esse amargo na boca
Por não saber ter tido
A rima final.



Autora: Leticia Thompson







PS: Há poemas que se bastam... Não há o que dizer... A música, para quem aprecia, é linda!

PS 2: Sócrates já sentenciava: Só sei que nada sei...

E hoje eu tenho que admitir que sei menos ainda...
Leia +...

O amor que eu quero pra mim...!

62 comentários
 

Ah, o amor que eu quero pra mim, tem que ter sabor de tutti-frutti, tem que ser doce como o algodão doce, tem que ter a harmonia de uma sonata, tem que ser belo como as manhãs de primavera, ter o frescor das tardes outonais, ter o fogo do calor do verão... O amor que eu quero para mim tem ter ter o frio do inverno, com o romantismo de um vinho e uma lareira...

Ah, o amor que eu quero pra mim... tem que ter a candura do sorriso de uma criança, e a pureza da água cristalina...tem que ter a força de uma cachoeira, a leveza do vôo das borboletas... O amor que eu quero pra mim, tem que ter a beleza da música, e o encanto da poesia...O amor que eu quero pra mim, tem que ter o picante sabor da pimenta, e o poder inebriante de algumas doses de tequila...O amor que eu quero pra mim há de ter a inocência de um anjo e a tentação do pecado... Há de ter a força da explosão de um vulcão e a calmaria de um lago...
O amor que eu quero pra mim há de ter o aroma do perfume mais forte e o leveza de uma brisa... O encantamento de uma flor, e a sensibilidade de um beija-flor, a insegurança dos primeiros passos de uma criança e a fortaleza de um abraço de mãe...

O amor que eu quero pra mim há de ter as cores do arco-iris, mas que predomine o vermelho da paixão... O amor que eu quero para mim há de ter a intrepidez de Lancelot e a coragem de D. Quixote, que saiba e queira lutar, nem que seja contra os moinhos de vento...
O amor que eu quero pra mim há de ter o romantismo do Roberto Carlos e a irreverência de Mike Jagger...

O amor que eu quero pra mim há de ser forte como o absinto e suave como um chá de camomila... Há de ter a magia da lua e o brilho das estrelas... Há de ter os poderes dos deuses do Olimpo e a fragilidade de um simples mortal...O amor que eu quero pra mim há de ter a sedução de um Don Juan, e a paixão de Shakespeare...
O amor que eu quero pra mim, há de saber dosar na medida certa, todos esses contrastes....

O amor que eu quero pra mim, definitivamente não é voce, amor!


* Ilustração: Imagem retirada da internet.

**Mudança na "carinha" do blog... Presente de Layla Lauar, que soube, como num passe de mágica, a hora certa de me acariciar com esse mimo!


*** Los Hermanos - Lisbela...








OBS: Amigos queridos, por motivos vários, estarei meio ausente esse final de semana... Na segunda feira estarei agradecendo e retribuindo o carinho de todos voces!
Leia +...