Da tua chegada...!

58 comentários
 


Voce chegou...
Tão de repente
Tão imponente
tão prepontente
Tão envolvente
Tão atrevido
Foi demarcando seus espaços
Foi ocupando meu coração
Foi derrubando minhas resistencias
Foi brincando com minhas emoções...
Voce chegou...
Invadino meu mundo
Derrubando portas
Quebrando chaves
Arrebentando cadeados
Violando códigos
Rompendo correntes
Invadindo minhas fortalezas
Se apossando dos meus sentidos...
Voce chegou...
Como ventania de agosto, tirando tudo lugar
Como chuva de verão, fazendo estragos
Como fogo nos campos secos, devastando tudo
Como enchentes de março, levando o que tem pela frente
Voce chegou...
E acabou com a minha paz
E acabou com a minha resistência
E acabou com as minhas verdades
E acabou com os meu conceitos

PS: Recordações, em forma de cachoeira, que escorre por aqui: http://verbofeminino-rm.blogspot.com/ .

PS II: A convite do rm, um amigo querido, mais uma postagem, agora, falando de saudade... Ou seria "Dor Pungente"...???





58 Comentaram...

  1. Voltando, revendo, relendo...matando saudades!
    Tudo diferente pór aqui...repaginado....rs
    Ficou igual, da mesma forma, idêntico: sua sensibilidade e alam nas palavras.

    beijo grande AVA!

  2. Blue says:

    Que bela recepção! Queria eu ser o recém chegado...
    E olha... estou ainda viajando pelo espaço sideral... a uma guinada nas manoplas do meu Sputnik, posso aterrisar nesta abençoada terra!

    Beijos e bom final de semana.

  3. Udi says:

    Nada como abrir o coração para receber e acolher quem chega... do jeito que for.
    beijos!

    (tem recadinho lá no Verbo)

  4. Enfim, não poderia ter sido de melhor jeito! Rs

    Beijos, Ava.

    Bom fds.

    ℓυηα

  5. A blogosfera tá bem calorosa no quesito "abrir o coração". É bom quando recebemos assim, uma paixão avassaladora que desconcerta tudo, acaba coma rotina.

    Beijão Ava.
    Bom final de semana.

  6. Chegou avassalando, arrebentando, não sobrou pedra sobre pedra...
    Olá! Lembra-se da sua amiga sumida? Pois, por uma reviravolta, fechei tudo e desapareci.
    Agora, retorno aos poucos, visito os amigos que ainda penso ter.
    Se quiser me encontrar, não o fará nos lugares de sempre. Terá de se deslocar.
    Meu novo ponto de referência é o EU, E DAÌ?
    http://blogrenataeuedai.blogspot.com
    Difícil recomeçar...
    Beijos, Ava,
    Renata

  7. Essas chegadas repentinas mexem por demais heim... Espero que as mudanças sejam sempre positivas.

    B EIJO S

    Ótimo final de semana!

  8. rm says:

    Sujeito atrevido, heim Ava? rss

  9. Fico interessante a parte de não resistir a um amor, sendo que espero que esteja se acabando de tanto amar (bem como a velha conversa padrão que ele te mereça)...

    Ficou maneiro a mudança de layout.

    Fique com Deus, menina Ava.
    Um abraço.

  10. Ficou boa a mudança...o poema mostra um verdadeiro terremoto, um tsunami melhor dizendo...rsrs
    Quando a paz vai embora tudo fica mais complicado, mas como querer paz com um furacão assim, complicado, dificil mesmo...
    Bom domingo...um abraço na alma

  11. Cleo says:

    Hum!!! novo visual!!! show!!!

    e de repente sermos loucas ou ficarmos loucas é tudo que queremos.

    o Elcio falou em tsunami aqui.... aqui???? aí, que bom. fico feliz por ti então. Avinha!!! curta a vida, pois é maravilhosa. Nós é que fazemos o nosso próprio show.
    Beijão no coração.
    Cleo

  12. Anônimo says:

    **
    Nada Mais que a Paixão
    Egberto Gismonti


    "Não espere de mim nada mais que a paixão
    Não espere nada de mais do meu coração
    Que bate, rebate e grita
    Geme, chora e se agita
    Sambando nas cordas bambas de uma viola vadia
    Não espere encontrar numa canção
    Nada além de um sonho, nada além de uma ilusão
    Talvez, quem sabe, a verdade
    A infinita vontade de arrancar
    De dentro da noite a barra clara do dia."

    http://www.youtube.com/watch?v=AYgsavhVAaI


    >> A qualidade não é das
    melhores,
    mas o som do piano nas mãos de Andrés Blotta é divino.


    __________________________________



    Deixa... Avinha, deixa
    escorrer.

    Quando o outro nos chega,
    pela porta da frente ou dos fundos,
    pedindo licença ou invadindo,
    e vem tomando conta,
    se apossando...
    com dor, sem dor,
    com amor, sempre com amor,
    deixa...



    Bjus no coração!!


    ^^
    TeTê

  13. ºº
    Oi Avinha, como alguém simpaticamente te chama, rss

    Esse cara entrou de rompante e te preencheeu completamente, amiga folgo em saber isso, até porque...

    ... a vida é bela, nós é que damos cabo dela.

    P'ra vc (que já não é virginiana que sua mãe me disse, rsss) um excelente Domingo.

    Para a anónima de cima (rss), transmite que gosto muito dela e que o excelente Domingo é extensivo a ela tb, tá?

    BEIJÃO ÀS DUAS !!!! ๏̯͡๏

  14. Um regresso em grande, sem dúvida!
    Minha querida confesso-lhe saudades!

    Estive de férias mas também eu já regressei à base...

    Mil beijos

  15. Lembre-se, quando for a partida, de tudo o que de bom aconteceu: é a melhor maneira de suportar as "partidas" que a vida nos prega!

    E não estou a pensar "só" no amor! Refiro-me a todos os aspectos importantes. Devemos reter todas as boas recordações... As outras...

    Se a água lava tudo, a cachoeira leva tudo...

    até o "n" do seu mundo (???)...
    rsrsrsrs

    Beijo lavado.
    António

  16. Nussss
    isso que parece uma entrada avassaladora mesmo hein minha amiga????

    entrada..corrida...arrumaçao......
    gostei.....

    e obrigado sempre por vc esta comigo....isso poe mais força...

    bjosss

  17. Pena says:

    Fez um poema lindo do seu sentir.
    Um recém-chegado inoportuno.
    Força. Estou consigo.
    As palavras surgem "explosivas" da sua dor.
    Que hei-de pensar...?
    Se ele regressar, pense, reveja, identifique.
    É um Excelente Ser Humano, merece tudo o que lhe possam dar.
    Com respeito.
    Beijinhos amigos

    pena

    Vá. Não fique assim.
    O mundo espera-a para encantar.
    OBRIGADO pela sua amizade e simpatia.
    Tudo de maravilhoso. Verá que consegue superar as contrariedades, sem recém-chegados inoportunos.

  18. Olá AVA

    Que bela chegada!
    Sentimento forte e profundo.
    É um encanto.

    Um beijo

    Alvaro

  19. A.S. says:

    Ava...

    Deixa que as águas corram livres!
    Nada poderá deter essa cachoeira de desejos...


    Meus beijos!

  20. Seu post me fez lembrar uma música que adoro, Vieste, do Lenine. O som é leve, mas a letra densa, assim como o poema que acabo de ler.

    Quanto ao seu comentário, obrigada, querida, pelas palavras de carinho e pela torcida. Concordo com vc, durante a vida, a gente vai se doando aos poucos, cada dia doa uma parte de si pra pessoas diferentes e muitas vezes nem notamos que estamos fazendo isso, talvez essas sejam as doações genuínas, que mais nos enobrecem.

    Sempre bom vir aqui. Bjs.

  21. Denise says:

    Receber,recepcionar....e estar de braços.... corpo , coração.
    Seja como for.

  22. Sandra says:

    Você chegou de repente...
    Lindo poema.
    Que bom que chagamos, voltamos e nos encontramos.
    Com muito carinho.
    Sandra

  23. ©tossan says:

    Bem ele foi cruel deixou marcas profundas. Belíssima, avassaladora...Beijo

  24. Avinha,

    Li esse seu poema e consegui até musicá-lo de tão lindo. Você sabe passar sentimento em todas as suas palavras.

    Menina linda, você sabe encantar!

    Beijo imenso!

    Rebeca

    -

  25. Nossa, a Tete lembrou de "Nada mais que a paixão...essa música é linda demais...boa semana...

  26. Oi Ava.

    NOSSA!!! Sem dúvida eliminando qualquer tipo de resistência. :-)

    "Se apossando dos meus sentidos...
    Você chegou..."

    Lindas palavras!

    Valeu pela visita!!

    =========

    VOLTEI!!!!
    :-)

    Desculpe o sumiço, mas tive uns probleminhas com a internet.
    Quem não tem, não é mesmo? Ai ai...

    Muito obrigada pelo carinho e pela visita.
    :-)





    "O sorriso é uma linda tinta que bem usada pinta o quadro da vida."
    A.D.






    BOA SEMANA PARA VOCÊ!




    ♥.·:*¨¨*:·.♥ Beijos mil! :-) ♥.·:*¨¨*:·.♥




    http://brincandocomarte.blogspot.com/

    ___________________________________

  27. Vivian says:

    ...êita que um tsunami
    invadiu a 'casa' da menina Ava!!

    esbalde-se nestas águas
    querida.

    amar é tudo de bom...

    smacksssssssssss

  28. Desinquietude Admirável!... Nosso mundo pode viver bem escondido... do resto do mundo... pode até custar a revelar-se na verdade do que mais desejamos, matendo-se enroscado sobre si mesmo lá sobre aquele solo frio de uma Admirável timidez que não durará para sempre!... Sabemos também que que a desiquietcção surge depois da inquietação, como um prémio oferecido por algo ou alguém que sossega o coração inquieto, sossega Almas Inquietas ávidas de libertação, de conciliadora quietude!... A Realidade é que na gratidão, na partilha de fragmentos diversos, nos é posto à disposição a desfragmentação de partículas de inquietude que nos... inquietam!... Somos Almas e Mundos cercados por Mundos e Almas... e todos com um Coração Admirável que bate no conforto de peitos abertos!... E isso é... Admirável!









    "Tendo o previlégio de tão Admirável revelação de Si, caro Pena, convido-o para uma não menos Admirável "orgia", talvez, Poética."

  29. Claro que a Admirável Avassaladora, já percebeu que o coment anterior é destinado ao Caro Pena!... Confusões resultantes de noites bem regadas!... Não deixa, por isso, de ser Admirável!...




    Escolha entre.... beijos e abraços

  30. Andresa says:

    Muito honrada fiquei com sua visita e muito prestigiada com seu comentario.
    Tem um maravilhoso blog, o qual sempre passarei para ler suas maravilhosas escritas...

    Um grande Abraço
    Andresa Araujo

  31. neide says:

    Bom dia minha linda!

    Nossa, você descreveu exatamente o que aconteceu na minha vida, fui assim mesmo que ele chegou e me deixou sem resistência nenhuma, rrsrs me envolveu completamente.

    Aproveite tudo que esse belo momento pode te dar... viva e seja muiiiiiiiiiito feliz Ava.

    Boa semana querida.

    bjão

  32. Benno says:

    oi, Avassaladora
    obrigado por se lembrar de mim durante minha ausência. ainda estou de férias mas meio adoentado. (já melhor)
    um beijo

  33. Benno says:

    o retorno é ainda melhor do que a presença :)
    beijo

  34. Oi, querida

    Tem gente que entra nas nossas vidas quase sem permissão, e quando vimos estamos tomadas, invadidas, remexidas...apaixonadas.

    Mas de tudo tem o lado bom (rsrsrs sabe que vivi igualzinho a você,né?) é bom para acordarmos, sentir o corpo vibrando, sentir o mar de emoção nos lavando, sentir as placas tectôncias do corpo se movendo...é bom demais, nos devolve a vida, o brilho.

    Lindo poema, desses que eu gostaria de ter escrito.

    beijo na alma.

  35. Olavo says:

    Passando para convidar vc a participar da nova brincadeira lá no blog...contamos com vc.
    Abraço

  36. Ariana says:

    Lindo, Ava, e se assim não fosse, quem garante que teria graça se apaixonar?

    Beijos e boa semana pra ti!

  37. Xacal says:

    Ave, Ava...

    Isso é uma paixão, ou uma blitzkrieg...???

    É uma chegada, ou uma pororoca...???

  38. Por vezes é assim que o amor bate á porta
    beijinhos

  39. Sabe que também ando com saudade dos meus próprios textos? rs... Acho que eles estão dando um tempo de mim, vou ver se hj mais tarde, sento e pego um, nem que seja à unha... rs... rs. Bjs, querida.

  40. Linda chegada, quando chega e provoca todo esse alvoroço é sinal que é o amor que veio e agora vai ficar...beijos querida, tenha uma semana cheia de amor e paz...

  41. Eu fico muito orgulhoso de ser seu sguidor.

    Quando aqui cheguei AVA, tenho a certeza que pode ter sido de repente, mas sem nenhuma imponencia, muito ,menos atrevimento, talvez, como todo carioca, procurei ser envolvente, atrevido jamais. Não ousaria.

    Quando aqui cheguei AVA, bem que eu quis demarcar meus espaços, mas reconheço que ocupar seu coração lhe traria problemas de disritimia cardiaca, pois, sou muito agitado.

    Não houve pretensão de derrubar suas resistência - até que seria quem sabe interessante -, mas brincar com suas emoções, não .Tô fora!

    Quanto ao derrubar portas, quebrar chaves e arrebentar cadeados, se voce prestar bem atenção na imagem que escolhi, para ser seu seguidor,até que pode sugerir uma catarses do meu inconsciente.

    É pode ser!

    Como ventania de agosto, tirando tudo lugar,como chuva de verão, fazendo estragos, como fogo nos campos secos, devastando tudo,
    como enchentes de março, levando o que tem pela frente, de forma nenhuma.

    E a minha praia?

    E o meu sol carioca?

    E aquela "coisa mais linda, mais cheia de graça que vem e que passa no doce balanço a caminho do mar?

    Está vendo? Sem cataclismas. Nenhuma chance!Gosto é celebrar a vida!

    Agora, eu pudesse lhe traria muita paz, aumentaria as resistêcias, resgataría todas as suas verdades e conceitos.

    E sabe a razão AVA?

    Você é formidável porque é inteira,pois, formatada no barro do paraiso imaginário de quem assim, quiser vê-la, pois, uma letra somente não lhe tira este direito.

    AVA, pra Eva, qual a diferença?

  42. Hum...
    Lembrei do namorado, ele entrou assim mesmo no meus sentimentos e coração... ai q saudade imensa dele...

    bjos
    boa semana

  43. Andreia says:

    Ava querida este teu coração está cheio de amor! Lindo teu texto, o amor chega arrastando todos os nosssos sentidos em sua direção e desnorteando nossos rumos, mas isto que é explendido, ser sacudida e lançada ao sentimento profundo sem fronteiras...
    Beijinhos e uma semana regada de muito amor!!!

  44. Há chegadas assim!... Não como as chegadas que chegam, não como as que esperávamos que chegassem nem como as que nunca chegaram; como chegadas que um dia chegarão como nunca tivessem chegado!... Discretas... vindas em estados de intensidade admiráveis!... Tentar perceber essa intensidade talvez seja uma perda de tempo, todavia, há intensidades que impõem posições demasiado irresitíveis de na curiosidade de pessoas Admiráveis!... A surpresa da Amizade ultrapassa qualquer dúvida entre Amores e as paixões revelam-se acima de qualquer coisa que, embora chegue ao desejo de um, possa não chegar ao desejo de outro e, por isso, aquela chegada que imaginamos em nossos sonhos de aconchego, ameaça partir sem que em algum momento houvesse chegado!... As partidas acontecem sem despedidas e damos por nós a despedirmo-nos da chegadas... essas que fazem de nós Admiráveis corações de acolhimento em toda uma plenitude de esperança nos sentimentos que sabemos esvoaçar por aí, algures... bem perto de nós, talvez!...
    E castigamo-nos por falsas partidas que partem ao encontro do que não adivinhamos, do que não podemos definir como uma imagem exacta do que pensamos que nos substituirá, provocando um mal estar que nos amolece, que nos desanima... que nos faz chegar bem mais perto de nós mesmos chegando a extremos casulosos de nossa dor ou simples meditação Admirável!... A certeza da certeza que chega trás consigo, sempre, a certeza de que essa certeza de algures partiu e esses movimentos de certezas, remete-nos para nostálgicas dúvidas, como se uma saudade teimasse em fazer-nos crer em algo que nunca aconteceu, que jamais acontecerá; essa chegada que nunca partira!... Admirável!


    Boa semana

    Escolha entre... beijos e abraços

  45. Um beijo muito carinhoso pra te desejar um dia cheio de paz....

  46. Avassaladotra quando dorme poderá acordar devastada.
    Cadinho RoCo

  47. Bom dia afogueada amiga Ava.

    Qual chama arde mais a da lareira ou esta sua que sempre me abrasa completamente.

    Apareça mais vezes, ta. Sua presença me faz mais alegre,
    apetece-me incondicionalmente.

    Seu corpo é cachoeira, seu doce é mel de abelha, que escorre como corredeira e espalha-se pelos
    campos envolvido pelas cordilheiras.

    Uma ótima terça feira com alegria.

    Beijos.

  48. *Angel* says:

    Uau, que paixão avassaladora que arromba com tudo e vira o mundo de pernas para o alto...

    Minha querida, lembra de mim? Eu vim aqui antes de ir de ferias, tive o prazer em ler o seu comentario deixado la no meu cantinho antes de partir... e agora que estou de volta vim deixar de novo a minha marquinha, aqui, no seu blog...

    Boa semana, beijo grande e até breve.

    Nayr

  49. Sandra says:

    Venha buscar um abraço no Blog Coletivo-Uma Interação de Amigos
    e um selo para vc. também na curiosa.
    Com carinho
    sandra

  50. Bandys says:

    Ava,
    É amiga quando chega assim, não tem jeito.. sómente se entregar.

    Belo, arrebatador.

    Beijos

  51. Ava,você solta o VERBO e eu venho me alimentar dele.Já estava faminto...saudade grande.
    Andei descansando-me da internet.Vou voltando aos pouquinhos,limitado pelos afazeres.

    Lindo e forte o seu poema.

    Beijos com saudade.

  52. Seja lá quem for
    se abalou tuas verdades
    Te fez um favor

  53. Olá, vim te visitar e gostei muito do seu blog. Por isso estou te seguindoo..

    Abraçãooo

  54. Olá, Avamiga:

    Uma passadinha para reencontrar a blogueira inspirada pelos belos entardeceres e amanheceres às margens do São Francisco. Também pelos belos luares -- aliás, hoje é dia de Lua Cheia. Pega bem um vinhozinho (pode ser também uma tequila ou uma cachacinha de Salinas), na happy-hour, vendo a lua nascer.

    Lembro-me bem da ponte de ferro cujas fotos você está publicando. É um marco feito pelo homem na paisagem da região do Velho Chico.

    Abraços, beijos e cafunés.

    MR
    5/8 - 14:03

  55. TetÊ says:

    Avinha,

    tempo que me pede a paciência
    necessária na arte do
    desapegar-me.


    Bjusss!!

  56. Sandra says:

    Com a minha chegada eu levei seu bannner para o jardim florido.

    Com carinho
    Sandra

  57. Cleo says:

    Ava, parabéns pelo blog RM, já estive lá, fantástico.

    e por aqui coisas muito lindas para se ler. emoções derrubando portas criando asas e ganhando o mundo.

    Beijos no coração, abraços na alma.
    Cleo

  58. SAM says:

    Que beleza! Muito bom alguem que chega rompendo barreiras, de forma tão forte e marcante! Inesquecível será depois.


    Grande beijo, Ava!

Novo Comentário