Detesto...!

44 comentários
 



Detesto essa sensação de que o inferno é bem alí...
E de como a gente chega nele rapidinho...



Ilustração: Eugène Delacroix


"O Inferno é a primeira parte da "Divina Comédia" de Dante Alighieri, sendo as outras duas o Purgatório e o Paraíso. Está dividido em Trinta e Quatro Cantos (uma divisão de longas poesias), possuindo um canto a mais que as outras duas partes, que serve de introdução ao poema. A viagem de Dante é uma alegoria através do que é essencialmente o conceito medieval de Inferno, guiada pelo poeta romano Virgílio. No poema, o inferno é descrito com 9 Círculos de sofrimento localizados dentro da Terra. Foi escrito no início do século XIV. Os mais variados pintores de todos os tempos criaram ilustrações sobre esta obra, se destacando Botticelli, Gustave Doré e Dalí."



A Barca de Caronte. Jose Benlliure Y Gil




"O Inferno conforme descrito por Dante na sua Divina Comédia no século XIV ficou profundamente marcado na cultura popular, e auxiliou à criar a visão de um inferno relacionado à paixão, desejo, pecado e condenação. Muitas vezes em filmes e séries ou mesmo desenhos animados ele é citado, por exemplo, o inferno da Saga de Hades, em Cavaleiros do Zodíaco/Saint Seiya de Masami Kurumada, um dos mais famosos animes foi baseado no inferno de Dante. Ás vezes lugares muitos quentes podem ser relacionados ao inferno descrito por Dante"






Culpa se refere à responsabilidade dada à pessoa por um ato que provocou prejuízo material, moral ou espiritual a si mesma ou a outrem. O processo de identificação e atribuição de culpa pode se dar no plano subjetivo, intersubjetivo e objetivo.

No sentido subjetivo, a culpa é um sentimento que se apresenta à consciência quando o sujeito avalia seus atos de forma negativa, sentindo-se responsável por falhas, erros e imperfeições. O processo pelo qual se dá essa avaliação é estudado pela Ética e pela Psicologia.

No sentido objetivo, ou intersubjetivo, a culpa é um atributo que um grupo aplica a um indivíduo, ao avaliar os seus atos, quando esses atos resultaram em prejuízo a outros ou a todos. O processo pelo qual se atribui a culpa a um indivíduo é discutido pela Ética, pela Sociologia e pelo Direito.

44 Comentaram...

  1. Denise says:

    Ava Culpa é super valorização do erro.
    Agente aprende com ele,portanto não ha porque se prender ao erro.
    Bóra olhar bem,perceber onde foi e seguir.
    qualquer coisa vem cá e segura nos amigos e no acreditar,enquanto seres com capacidade de renovação é sempre possivel Ir em frente.

    e para de inferno mocinha pq sua energia é para o CEU

    beijo
    Denise

  2. AVA,curto muito Dante de Aliguieri, sua Divina comédia é o ponto de exclamação das suas obras.

    Um dia dia pretendo editar um livro de crônicas de humor é o titulo será exatamente:Vá pro Quinto dos Infernos.rsrs , mas é sério.

    Quanto ao seu texto em sí, permita-me uma outra leitura sobre este sentimento corrosivo que é a CULPA.

    No livro, Eros e Civilizão de Herbert Marcuse - um dos maiores livros de psicosociologia editado na década de 70, você encontrará uma interpretação filosófica da origem da culpa, absolutamente extraordinária.

    Marcuse,remete-se ao clã original, no qual o pai primordial era dono da mãe, de da natureza.

    Aos filhos, integralmente subordinados ao pai,só lhes cabia o trabalho, pois o relaciomento sexual e o desfrutar da natureza eram uma prerrogativa exclusiva do pai.

    Não suportando mais aquela situação e querendo também, desfrutar dos prazeres sexuais e da naturza os filhos resolver, matar o pai.

    Então passam a ter os prazeres que antes lhes eram negados.

    No entanto, ao invès de ficarem plenamente satisfeitos, eram acometidos de um avassalador SENTIMENTO DE CULPA, pois o que estvam desfrutando, só lhes estava sendo possível, porque haviam matado o próprio pai e então... se suicidam!

    Marcuse, então desenvolve a teoria de que a sociedade é autodestrutiva, pois movida por sentimentos de culpa.

    O que causa PRAZER ao ser humano estaria sempre correlacionado a CULPA, pela interpretação filosófica de Marcuse - a culpa adiquirida pela herança arcaica da humanidade,pelo assassinato do Pai Primordial.

    AVA, se exminarmos, sem nenhuma intenção de querer provar que Marcuse estaria certo, mesmo assim encontrariamos, sérias evidências que a sociedade caminha para sua autodestruição.

    Mas isso fica para uma outra oportunidade (rsrs).Já fui muito longe. E desculpe, por ter ido!

    Um abração, carioca sem nenhuma culpa, neste momento!

  3. Por que você está pensando em inferno?!

    Se for para se sentir com o calor do inferno, que seja devido a uma boa paixão, ok?

    Fique com Deus, menina Ava.
    Um abraço.

  4. Oi Ava, você esmiuçou este sentimento que muitas vezes nos aflige o coração e a alma, "a culpa", mas é isso que nos faz pensar por qual estrada seguir, por qual caminho percorrer, freiando, desviando e as vezes batendo mesmo...rsrs
    Acho que céu e inferno vive dentro da gente, assim como o bem e o mal, em alguns mais aflorado o bem, em outro o mal...e isso depende muito de como enxergamos as coisas do momento. Lógico que as sensações e as proporções de nossas ações são diferentes um do outro, por isso as vezes oq ue é errado para um, é aceitável para o outro, mas julgamento erroneo é o que mais fazemos, até porque humanos que somsos temos a tendência de amenizar nossos erros ou até mesmo aumentá-los, aumentando ainda mais a nossa verdadeira culpa. O que devmos mesmo é tentar aprender com nosso erros. Fácil? Não...rsrs... Assunto polêmico...mas super interessante...
    Um abraço na alma...bom fim de semana...bom domingo dos pais

  5. Ninguém tem culpa de nada, amiga. As coisas simplesmente acontecem, por contingência. Livre-se desta imposição cristã que se converteu no chamado sentimento, e posteriormente, na psicanálise, no complexo de culpa.
    Aprenda com os erros e siga em frente.
    Viva.
    Beijos,
    Renata

  6. Blue says:

    Culpado sentimo-nos quando agimos de forma errada e de uma maneira ou outra sempre erramos. Reconhecer o erro, já é uma forma de pedir perdão e sair do inferno, que é na verdade o sentimento mor.

    Beijos

  7. Este comentário foi removido pelo autor.
  8. A culpa tem que ser apenas um veículo para a conscientização e o aprendizado, e logo descartada, pois não serve para mais nada.

    Beijo,

    ℓυηα

  9. SAM says:

    Entrar no " inferno" é bem fácil. Sair leva tempo pois requer sabedoria e um bom aprendizado. Sempre bom evitar este caminho.


    Enorme beijo, Ava!

  10. ºº
    A culpa não está no sentimento, mas no consentimento.


    Não se é menos culpado não fazendo o que se deve fazer do que fazendo o que não se deve fazer.

  11. O inferno é a culpa. No doubts.

  12. Maravilhoso teu post! Um assunto que dá horas e horas de reflexão, de preferência com uma taça de vinho tinto seco e uma lareira... :-)

    Culpa = a que o outro pensa sobre algo que fizemos e que ele não teve coragem de fazer... rsrsrsrs

    Beijão

  13. rm says:

    Culpa, que culpa? rss

    "Não existe pecado do lado de baixo do equador
    Vamos fazer um pecado rasgado, suado, a todo vapor
    Me deixa ser teu escracho, capacho, teu cacho
    Um riacho de amor
    Quando é lição de esculacho, olha aí, sai de baixo
    Que eu sou professor"
    (Chico Buarque/Rui Guerra)

  14. Olá Ava

    Maravilhosa esta postagem, amiga.
    Sabe o que eu mais gostaria de saber? Aonde fica o Inferno!
    Tenho tantos que gostaria mandar para lá... e talvez eu também.

    Um lindo fim de semana

    Beijinhos

    Alvaro

  15. OI AVA...........Ava, Ava !....rs
    E eu esses tempos pensando tanto em culpa e de repente descobri que a culpa é apenas o direito que vc tem de ser feliz. Claro, tirando-se a parte jurídica da questão, mas pensei tanto nisso e depois...vc entra com esse post! ow ow
    Culpa é apenas o passo que vc dá para garantir alguma coisa como: paz, equilíbrio, felicidade, chances e geralmente tudo isso é colocado como egoísmo.
    Loucos meus pensamentos, né? É que eu teria que escrever um blog para explicar....rs
    Contudo, é mais ou menos isso: culpa é a sua opção por pensar em algo que o outro julga como condenável.

    Amei o post.

    beijo grande

  16. Culpa e inferno acredito que os dois temas combinam mesmo. A culpa leva direto ao inferno, e por isso se diz, o inferno somos nós. A culpa é a grande causa das depressões. É aprender com os erros, tirar lições de tudo para a vida.

    abraços com carinho

  17. Culpa!... Tudo parece resumir-se ao acto de culpa!... A culpa nunca assumiu uma única face; a culpa vagueia por aí, procurando culpados dos quais se alimenta ou pretende alimentar!... É uma admirável necessidade da culpa e uma ainda mais ADMIRÁVEL ingenuidade de quem aceita ser um canal de locomoção para o transporte dessa culpa!... Essa locomoção acaba, geralmente por cair num turbilhão de culpas que a vai sentir culpada por um longo período de tempo!... Na verdade, o tempo acaba por ser o maior culpado, tanto por excesso como por defeito; o incauto pressente o inferno mas, talvez por medo ou vítima de sedução caseira, acaba por sentir o inferno que queima!... A pergunta para o seu sofrimenteo é sempre apresentada sob a forma de dúvida: "-Que fiz eu para merecer isto, meu Deus?!!!...."- Deus nunca responde, claro está... porque a resposta está sempre na certeza do erro que cada um comete, tendo consciência do erro cometido!... O caminho mais curto para o Inferno é aquele que nos oferecem, não aquele que pedimos!... O purgatório é uma dúvida, uma ténue discrepância entre a certeza absoluta e a total incerteza da debilidade emocional que cada esperança escreve para si mesmo!... Aceitar o Inferno, em crise de sentimentos e emoções, é ver o Céu, por não vislumbrar outras opções!... O Inferno é a admirável miséria dos miseráveis!... Na verdade... esse inferno não é... ADMIRÁVEL!


    Escolha entre... beijos e abraços

  18. Francisco says:

    Olá, minha capetinha!
    Tenho a absoluta certeza que o "inferno" é aqui mesmo! A gente entra e sai, de acordo com as nossas atitudes.
    Culpa? Vc é culpada por ser tão linda e inteligente, e me deixar viciado no seu blog! Danada!!
    Um beijãozão!

  19. neide says:

    Ava querida!

    A culpa serve pra duas coisas: mostrar que erramos e nos ensinar a não cometermos o mesmo erro.
    E o inferno? É aqui mesmo. Morno, quente ou pegando fogo só depende das nossas atitudes.

    Bjss

  20. E vendo o Inferno logo alí,clamo pelo amor redentor de Beatriz!

    Muito bom o post,Ava.Além da reflexão que o título desperta,nos remete à obra de Dante,esse gênio da Literatura Universal.

    Que nos enchamos de amor,de tesão sem culpa,para transformar o mundo em Paraíso.

    Um lindo final de semana,minha cara.
    Beijos avassaladores,se me permite!

  21. Nem devemos pensar onde ele é, devemos é nos afastar dele o maximo ´possivel..rs..rs..e bem rapido...beijos querida, uma linda noite e um belo domingo.

  22. Culpa.....nao devemos amortizar esses sentimento..pq nos seres humanos estamos sempre a errar....como digo

    "quando somos herois...devemos tomar sempre cuidado nos rumos e aonde chegamos" e VENCER...

    bjaoo

  23. ©tossan says:

    A culpa é minha é nossa, mas o inferno não existe...Abordastes o tema avassaladoramente com competêcia que lhe é peculiar como sempre faz. Beijo moça querida

  24. Vivian says:

    ...a culpa é a voz da
    consciência.
    uma vez percebida, abre-se
    a porta para que não mais
    pisemos em falso.

    e o que é o inferno,
    senão o nosso poder
    de sentir?

    um bj, linda!

  25. Pena says:

    Oh, Maravilhosa Amiga:
    Dante escreveu o terror do Inferno na Divina Comédia de forma ampla e plena.
    VOCÊ deslumbra. Enternece na forma genial e repleta de brilhantismo como nos surpreende com o seu encanto e talento muito significativos e ímpares de uma cultura imensa.
    Parabéns. Divinal, este Post, saído das gigantescas aptidões literárias que possui e que cativam qualquer um que por aqui passa.
    Bem-Haja, amiga extraordinária que respeito e estimo de maneira enorme.
    Beijinhos amigos e agradecidos pela visita e pela doçura que lá expressou.
    Maravilhado...

    pena


    Linda...!
    MUITO OBRIGADO pelo Ser Humano admirável que é.

  26. Udi says:

    Sartre disse que "o inferno são os outros"
    ...e euzinha diria que o diabo somos nós mesmos
    bjs!

  27. O pior inferno é aquele que fazemos a nós mesmos.

    E tem nome: CULPA.

  28. Benno says:

    obrigado pelo permanente carinho. tomara que o inferno não seja tão perto assim ...
    senão chegarei nele rapidinho.
    beijos

  29. Bandys says:

    Ava,

    Passei pelo inferno várias vezes até que um dia peguei meu passaporte pro céu!!☺
    Culpa?? No máximo algumas horas..

    Querida também não tenho mais meu pai. Ele continua sendo meu herói..

    Beijos

  30. Os círculos Dantescos falam para além da culpa, em cada um dos círculos estão representados cada um dos egos humanos e conforme for a vida desse ser na terra pode subir elevar-se espiritualmente ou descer aos mundos infernos que são descritos por Dante, no fundo tem haver com o karma e o darma
    quanto as culpas,penso que quando tomamos uma decisão correta não existem culpas, o problema é que só mais tarde sabemos de tomamos a decisão certa
    beijinhos

  31. Branca says:

    Concordo com a Cris, a culpa aparece qdo nos permitimos alguma atitude que aos outros pareça puro egoísmo.

    Bjo carinhoso amiga!

  32. Hod says:

    Aloha Ava..... Estou aqui com vc pela primeira vez....seu texto aguçou minha memória. Lembro-me que a 4 décadas libertei-me de muitos dos conceitos que limitavam meu progresso...oportunamento posso compartilhar, poque hoje vim retribuir-lhe com carinho o carinho que vc deixou ao visitar minhas atmosferas. Elas nunca mais serão as mesmas..Ocorreu um Up grade na qualidade, com sua visita.
    Passo a segui-la, isto quer dizer que volto para expressar minha opinião sobre essa idéia e conceito chamada Culpa, pois libertei-me dela e seus filhostes a mais de 4 décadas como disse.

    Obrigado pelas gentis e doces palavras...
    Beije-me como a beijo..no profundo do coração e na superficie da alma!!!

    Aloha!!
    Hod.

  33. Luciana P says:

    A questão da culpa, na nossa sociedade, é foda.
    Sentimo-nos culpados às vezes nem sabemos bem por quê.
    A culpa, seja ela em prejuízo próprio ou de outrem é apenas algo que não deu certo, não estava prevista para acontecer... E aí, a gente se culpa pela falha... É uma naba isso.
    Já tentei ler esse livro, mas desisti as duas vezes. Mas ainda tento de novo.
    Boa dica!

    Beijos e boa semana pra ti.

  34. Eu só acredito no Inferno por causa das belas obras que inspirou...
    :)
    Beijo infernal.
    António

  35. Uma semana muito linda pra ti querida...beijos na alma.

  36. Dri Viaro says:

    Boa semana pra vc.
    Voltarei com mais tempo depois.
    bjssss

  37. Tatiana says:

    Todos erramos... mas ficarmos eternamente nos culpando ou culpando alguém é permanecer no erro!

    O importante é sempre seguir em frente!

    Espero que a sua semana seja muito especial!

    Um beijo carinhoso

  38. Blue says:

    É Ava Avassaladora Alice. Precisamos comprar lápis de cores e começar a desenhar. As pessoas não nos leem mesmo. Devem ser analfabetas!!!!!!!!
    Beijos

  39. Inferno! Culpa! Tudo muito ligado. Minhas culpas são meu inferno.
    Todos nós temos nossas culpas, nossos infernos particulares... Ou não?

    Bjs!

  40. Andreia says:

    Olá Ava! Adorei as fotos com que ilustrou teu texto! Eu acredito que o inferno seja aqui mesmo na terra, sendo que cada um vive o seu próprio inferno, dependendo de suas ações como seres humanos nesta ou em outra vida. Deus já nos deixa predestinados a cumprir nossa sentença e do jeito que tudo anda desordenado e fora de órbita creio que muitos ainda sentirão o calor do inferno.
    Beijos querida e tenha uma linda semana...

  41. Uma excelente terça feira pra voce minha qeurida amiga...beijos no coração.

  42. Oi, Ava

    Desculpe-me pela ausência.
    Estava com saudades daqui.

    Gostei muito do post, não sei porque ele me fez lembrar de um filme que assisti essa semana: Milk - Um grito de liberdade.

    Eu aprendi muito com ele principalmente a conjugar alguns verbos: assumir, aceitar, lutar e tolerar. Me entende?

    Ninguém está livre de erro mas poucos conseguem perdoar. Então o principio de tudo está em perdoar. Eita, mais um verbo. kkkkkk

    E quer mais um: amar. kkkkkkkkkk

    Não existe NADA que o amor não supere.

    beijos e bom fim de semana

    P.S.: eu deixaria Dante doido, né?
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk


    Não ligue, acho que preciso escurecer a cor dos meus cabelos kkkk

  43. Hod says:

    Ola Ava, agora sim de volta para apreciar e comentar seu texto!!

    Veja, até onde minha percepção pode alcançar,
    e, sem intenção de fazer apologias, ou ser o dono da verdade, sem querer ferir a suscetibilidade de outras pessoas passo às minha digressões!!!!

    1) Essa idéia de que existe culpa é falsa. Não existe essa coisa chamada culpa!!!

    2) Esse conceito foi criado a milhares de anos e retroalimentado por diversos tipo de instituições durante séculos para permitir a manipulação das pessoas.

    3) Os filhotes dessa coisa chamada culpa são:
    A Manipulação.
    O arrependimento.
    A "consciência" pesada"
    A Desculpa.
    Emuitos outros filhotinhos!!

    4) O que existe são escolhas. Uma fez feita a escolha, respondo pela escolha que fiz.
    em outras palavras.
    Sou Responsável pelas Escolhas que faço ao longo da vida!!

    Portanto dessa forma não carrego o Saco de Culpas.

    É isso querida amiga, Ava!!

    Uma boa semana rrica em bençãos!!
    Alôha!!

    Hod.

Novo Comentário