Arriscando!

33 comentários
 



Poema Inacabado


Letícia Thompson


Você fica em minha vida
Como um poema inacabado
Como a Sinfonia
Beleza não finda
Porque soube ser começo
Mas não fim.

Você fica e eu sigo
Ou você segue e eu fico
Sempre desencontrados
Um buscando a estrada
O outro a direção.

E o fogo que arde aqui dentro
Magoa a mulher
Queimando a alma
Matando os desejos
Se apagando aos poucos.

Não acho poesia
Para terminar você!
Ai!... Como isso dói
De não saber
Construir um fim!
De não ficar
Que a metade de mim!

E você fica assim
Como reticências
No fim de um poema.

E eu, desiludida
Sigo a vida
Com esse amargo na boca
Por não saber ter tido
A rima final.


*************************************************************************************


Leticia Thompson tem todo o meu respeito, minha reverência também. Porque esse é um poema que eu gostaria de ter escrito...
Mas nunca, nem em sonhos, tive essa prentensão. Mesmo porque não tenho nenhuma formação acadêmica para isso.
Aliás, quero pedir aos meus amigos queridos que por aqui navegam, que me perdoem as falhas e erros. Não sei escrever e não sei mexer com esse pc insano...rs
Uma mistura arriscada!
Mas o que ando sentindo não cabe dentro do meu peito... da minha alma...
Não cabe dentro de mim!
Sendo assim, não leiam meus escritos com senso crítico...
Leiam com a alma!

33 Comentaram...

  1. Escrever com o coração isso é que importa !!
    Mesmo porque nao somos poetisas , mais sim pessoas que falam ao coração..
    Eu te entendo e te leio com o coração.

    Beijos Amiga!
    Parabens pela postagem

  2. Branca says:

    Você escreve lindamente e com muita sensibilidade...eu adoro!

    Boa semana pra vc,
    bjo carinhoso.

  3. LISBOA = PORTUGAL

    Olá Avassaladora!

    Aterrei aqui de para quedas – e gostei. Bom blogue, sim senhores, o teu. Interessante, bem arrumado, bem escrito. Se quiseres saber quem eu sou, visita o meu blogue, sff. Tudo o que lá está a meu respeito é a pu…ra verdadíssima. Hahahaha! Entretanto, se quiseres, atenta cuidadosamente no que está a… seguir. Obrigadérrimo

    SEGUIDORE(A)S PRECISAM-SE

    Inscreve-te como seguidor(a) do meu blogue – e serás muito feliz. Não pagas nada. Nem taxa de inscrição nem quaisquer quotas. Muito menos IRS ou IMI. Tens a tua (belíssima) foto e o teu blogue ali anunciado. Fazes novo(a)s Amigo(a)s. E passas a receber mensagens de muita gente e de muitos Países. E eu entrarei no Guiness das Listas de Seguidores. É tudo benefício. E… sem truques. Bué da fixe!!!!! Verás que não te arrependes… Eu pago-te na mesmíssima moeda, juro pela minha virgindade (1941/09/20).

    O meu blogue:
    www.aminhatravessadoferreira.blogspot.com

    O meu imeile ou imilio (primorosas criações cá do rapaz):
    hantferreira@gmail.com
    Espero por ti

    Podes escrever em Português, Español, English, Français ou Italiano, keu falo e escrevo. E até uns bitaites de Deutsch que compreendo bem e escrevo umas coisas, bem como umas pouquíssimas frases de Roman.

    ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃO:

    Se alguém dentre os destinatários já foi convidado ou se já se inscreveu, mil perdões. E todos os que costumam visitar este teu blogue também o podem (e devem…) fazer. Ahahahah

    ++++++++++++++++

    Este é um texto tipo. Com algumas alterações, obviamente. De outra forma, não conseguiria chegar a todos. Peço-vos que compreendam e me desculpem. Não tenho (ainda) o dom da ubiquidade…

    Qss ou ABS – conforme a/o destinatária/o

  4. Particularmente não lido bem com fim que não tem.
    Com o não, que não é dito.
    Com o sumiço em vida.
    Mesmo que eu de vez em quando suma também.
    É muito ruim viver o incabadado...literalmente o inacabado não tem fim.
    Faz a gente se acabar
    Num redemoinho sem fim.

    abraços, adorei!

  5. Cesar says:

    BOm demais te descobrir, te ver exposta, sensivel, viva, intensa..

  6. Que é capaz de "medir" um amor é, com certesa, não é aquele que está amando...

    Pois quando estamos amando perdemos um pouco a noção.

    Fiquem com Deus, menina.
    Um abraço.

  7. Que belo poema hein fia!

    Do fundo do coração, a paixão...

    Moça, obrigado pelas palavras no Sibarita, olhe meu blog foi feito na primeira versão do BLOGGER é por isso que você não consegue coloca-lo para acompanhar.

    Todos os blog antigos são assim e nem posso atualiza-lo porque perco o blog literalmente, ai tenho que continuar com está. Obrigado!

    bjs
    O Sibarita

  8. Este comentário foi removido pelo autor.
  9. Ei Avassaladora, psiu, não precisa de formação para escrever com a alma, nem com as mãos, rs, nem com nada. Basta pegar sua pena (teclado) e deixar as mãos fluírem.
    Ei, vou te contar um segredo: eu nunca penso sobre nada de gramática, nem de regras, nem rimas, nem conto sílabas poéticas para escrever meus poemas, apenas sinto-os escapando das minhas mãos. Assim nascem meus poemas. Afinal, poeta é poeta, gramático é gramático, cada um no seu cada um, rs.

    Beijos, querida. Obrigado pela visita, vou te linkar também. E, psiu, escreva sem pensar em nada, tá.

  10. Serjones says:

    discordo de vc, avassaladora. quem disse que pra escrever precisa de alguma formação acadêmica?

  11. neide says:

    Estava visitando blogs e achei o seu, parei, li e gostei. Não se preocupe com formação acadêmica, use o coração, as melhores coisas saem dele e pelo que li aqui, o seu se sai muito bem.

    Ótima semana. Bjss

  12. Voce escreve perfeitamente na logica,e depois tenho que discordar por que não acho que para dar voz ao coração é preciso tecnica,manda ve por que nós por cá ti lemos,parabens.

    otima semana pra voce.

    bjsss

  13. Pena says:

    Doce Amiga:
    Explica-se tão bem, não tem que se preocupar.
    Escolheu um belo poema que se saisse das suas mãos puras e lindas surtiriam o mesmo efeito, acredite?
    Merece todo o meu respeito, estima e consideração imensas.
    "...Não acho poesia
    Para terminar você!
    Ai!... Como isso dói
    De não saber
    Construir um fim!
    De não ficar
    Que a metade de mim!.."

    Perfeito poema numa perfeita pessoa.
    Beijinhos amigos.
    Adorei. Bem-Haja de ternura e encanto.
    Com uma cordialidade gigante

    pena

    OBRIGADO pela simpática visita.

  14. Pena says:

    Amiga:
    Coloquei o seu Link no meu "cantinho".
    DESCULPE, não ter pedido.
    Beijinhos

    pena

  15. Agradeço a visita e o carinho!
    Pegou o selinho lá no meu blog?
    Bjão e boa terça!

  16. Jasão says:

    Obrigado, moça!

    E seja bem-vinda, sempre!

  17. says:

    Lindo poema!

    É isso ai, escrever com o coração e ler com a alma!

    O resto... é apenas o resto!


    Grande abraçooo!

  18. neide says:

    Querida amiga, que bom que nos achamos, kkk.

    Tem um selinho de amizade pra você no meu cantinho. Bjss

  19. É, terminar com reticiências não é terminar, fica-se sempre há espera de algo mais... fim só com um ponto final mesmo.

    E que é isso de dizeres que escreves mal? Nããã, faz mas é o favor de colocar aqui os teus textos/poemas!

    Bjs

  20. O coração é que deve mandar na gente!
    Obrigada pela visita no meu blog, volte sempre que quiser!
    Beijos Tempestuosos!

  21. MAO // says:

    Avassaladora,

    é muito
    agradável ver seus
    comentários,
    sempre agradáveis,
    no meu blog

    deve ser pq, como eu,
    vc escreve sempre
    com o coração!

    Beijos
    bons do
    MAO

  22. Eu sempre te leio com a alma, pois você também sempre escreve com a alma!

    Abraços, flores, estrelas..

  23. Pos vezes ficamos com a sensação de sermos menores do que aquilo que nos impõe a vida, mas isso é ilusão. Somos sempre maiores do que pensamos ser.
    Cadinho RoCo

  24. Olá querida amiga!

    Bom dia!

    Eu jamais julgaria alguém com um gosto literário tão bom, sei extamente o que é isso... querer expressar seus sentimentos e não achar palavras... mas olha, esse poemas é lindíssimo, eu adorei!!

    Tava lendo... tava parecendo uma narrativa de uma fase da minha vida, nossa, eu viajei, lembrei de coisas... muito bom viu.

    Beijos... e você sempre estará entre os meus preferidos!

    :)

  25. Peter Pan says:

    Linda Amiga:
    Como já comentei como Pena o seu poema doce e extraordinário de sensibilidade admirável.
    É puro o seu Ser de encanto.

    Sou um Professor ignorado do Mundo!
    Sim! Já o sabia...!
    Também nada fiz para ser reconhecido. Como válido!
    Isso exige. É preciso “sentir”. “Ser”!
    A vida não sabe ainda porque sou ignorado. Não tem conhecimento. Não se apercebeu, ainda. É por isso que sinto uma sobriedade e uma pacatez, pela sorte que sinto. Fico descansado. Emerso em felicidade.
    Os meus filhos têm conhecimento desta ignorância. Contei-lhes.
    Senão procurariam sabê-lo.
    A todo o custo!

    Beijinhos amigos de muito respeito.
    Com cordial amizade sincera

    peter pan

  26. Que cantinho tão mágico...

    Novo post em eroticamente falando... quero partilhá-lo contigo.

    Atreve-te =)

    Beijocas

  27. manzas says:

    Interessante blogue,
    Gostei e voltarei...

    Sem nada saber
    Sem nada dizer
    Sem nada falar…
    É um simples ser
    Que expõem o seu pensar
    Proferindo a frase certa…
    Ao descrever o seu ver
    Distingue-se ao escrever
    Como um louco poeta

    O abraço…

  28. tossan says:

    Você foi simplesmente avassaladora nesta linda postagem. Bj

  29. Cesar says:

    deixa de preguiçaaaaaaaaa

  30. Esse poema exprime mesmo tudo o que venho sentindo.
    Eu também gostaria de tê-lo escrito =)
    Mas conhecê-lo já me basta.

    Beijinhos

  31. obrigado pela visita ao Casa de Paragens. Volte sempre. Quanto a sua "desculpa", acredito que o essencial vc ja tenha: alma. O resto, técnica, experiencia, estilo, vc vai adquirindo com leitura, treino, erros e acertos. Só peço para que vc não se limite, ou nao limite, à alma. É preciso apurar, depurar a escrita, caso contrário ela nunca vai dar conta do teu sentimento, da tua alma, os teus poemas correm o risco de ficarem menores do que aquilo que vc é ou sente.
    beijos
    Rubens

  32. Peter Pan says:

    Amiga:
    Deixo-a com a resposta à sua linda amabilidade comigo na visita que me fez:
    Simpática Amiga Avassaladora:
    Obrigado, amiga, pelo gesto amigo e terno expresso nas palavras que proferiu.
    Sim! Faz bem em reflectir. De vez em quando é imprescindível dialogar com o nosso eu, nem que seja conversando connosco sem ninguém escutar porque é nosso. Conversando em silêncio com o que somos.
    Terei sempre presente o que sente...o que é...o seu ser admirável...
    Beijinhos amigos.
    Volte sempre!
    Com amizade sincera

    peter pan


    OBRIGADO, doce amiga!

  33. Maravilhoso, realmente. Beijos, linda!

Novo Comentário