Assim vou te esquecendo...!

43 comentários
 



Às vezes fico assim, perdida entre palavras, afogada entre letras e sílabas, numa noite em que o sono não vem. Faço da escrita meu mundo particular, onde reino absoluta num castelo de fantasias. Nesses momentos em que me deixo levar pela imaginação, e que deixo a emoção vir a tona, as lembranças me invadem e fazem de mim refém. E começo a divagar, e a buscar o que me resta de ti. Pedaços e mais pedaços de recordações vão se juntando como um intrincado quebra-cabeça, e fico a buscar o que ainda consigo guardar na memória o que ficou dos momentos que passamos juntos. E nessa hora me vejo desejando ardentemente que houvesse uma volta ao passado e eu pudesse recomeçar tudo novamente.

Queria voltar no tempo, ter uma segunda chance e viver tudo aquilo que vivi com contigo de uma outra forma. Queria te conhecer hoje, de novo, queria voltar a experimentar aqueles sentimentos que me faziam gelar as mãos e disparar o coração. Eu apenas queria ter a mágica de congelar sua lembrança, e nada mais...Me cobro, me culpo, me puno e até me colocaria de castigo, de joelhos em cima de grãos de milho, para deixar de ser exagerada e colocar os meus sentimentos assim, tão expostos, como se abrisse suas entranhas e colocasse as vísceras a mostra. Mas de novo volto a repetir que sou assim, intensa, sem saber como usar meio termos quando se trata de se emoção.

Eu apenas não obedeci meu coração, e nem segui a razão, me deixei ser apanhada pela paixão... Nada mau, já que isso mostra que estou viva! Sei que isso vai passar, está passando, já não é tão amiúde as saudades que tenho de ti... Agora tem intervalos em que até te esqueço... Vai chegar a hora em que suas lembranças desaparecerão, como desaparecem aquelas trilhas de condensação que o avião deixa no céu, quando o calor das turbinas entra em contato com o ar frio da atmosfera. Vai passar, e não se sinta com medo ou culpado por nada. A vida é assim, e vivê-la implica em correr todos os riscos. Prefiro correr todos os riscos a deixar e viver. Esse é o meu lema de vida.
Portanto me desculpa se te meto medo... Apenas sou um tanto exagerada!




Atualiado em 29/06/2010

.
Dispensa apresentação... Uma múscia simplesmente linda!



43 Comentaram...

  1. Parece até eu falando... será que é por isso que nos identificamos tanto? delícia de texto, Ava, faz pensar, cada um tem ou tantinho disso aqui... seja dfa maneira que for, cada qual com a sua história, mas todos temos uma pra contar. Ando lá guardando as minhas, engavetando tudo pra não ser pega em devaneios... quem sabe um dia eu crio coragem e as tiro do esconderijo.

    Beijos pra ti!
    E nem vou me explicar, sou intensa, inconstante, um turbilhão... percebi ontem que se eu ficar sem o blog e sem os meus amigos, eu morro de tédio.

  2. Menina, infelizmente, todo tem o seu fim, mas não quer dizer que não haja recomeço...

    Fique com Deus, menina Ava.
    Um abraço.

  3. Ava,
    não se (ava)lie tanto, não se desespere com vc mesma, tentando encontrar lá atrás o que fez as coisas ficarem como estão. A segunda, a terceira, a enésima chance virá, pois vc está viva, é intensa, é capaz de amar (isso se depreende de suas palavras).
    A vida seguirá seu curso e o melhor (re)curso é simplesmente confiar em vc mesma, o seu fascínio está no ar.
    Abraço carinhoso.

  4. Blue says:

    Esquece nada, Avassaladora Ava Alice, se foi bom, lembre-se e sinta saudades!
    E continue estudando, assim nada se esquece...

    Beijos

  5. euemmim says:

    Oi Ava...

    É EXTREMAMENTE COMOVENTE...A FORMA COMO VC DESCREVE...
    CONFESSO QUE ME SENTI DENTRO DA SUA ESTÓRIA...QUEM JÁ NÃO VIVEU TODOS ESTES SENTIMENTOS?
    MAS...DÓI...DÓI...DEMAIS....
    MAS...PASSA....
    BJO!
    Zil

  6. É, cada um sabe a dor e a delicia de ser o que é...
    Beijo!

  7. Andréia says:

    Oi Ava minha Querida , me desculpa a ausencia ..
    Tive problemas com o blog mais agora estou voltando aos poucos e recuperando os amigos e amigas queridoos de blog

    Vim deixar meu abraço carinhoso para ti

    Bjs

    Andréia

  8. C@urosa says:

    Olá querida amiga Ava, o esquecimento não deve ser descartado. Lá na frente vemos um novo dia, e quem sabe ele não nos trará um novo e surpreendente amor? É a vida que segue...parabéns pelo texto.

    forte abraço

    C@urosa

  9. Meu Deus, que lindo.
    Gostei muito de tudo aqui, tuas palavras, te blog, continua assim. Parabéns!
    Beijo grande!

  10. leonel says:

    para todo um fim, um recomeço. Parece até desculpa de derrotado, mas é só uma consideração de vida. A mesma vida que ensina que tudo tem seu tempo, e, que nada acontece sem razão alguma.

  11. Bandys says:

    Ava,
    Voce é intensa e as vezes sofre por isso.
    Correr todos os riscos implica em outras coisas tambem.
    Viva da melhor maneira possivel pra voce e não se leve tão a serio.

    Beijos no teu ♥

  12. Saudações Ava querida.
    Suas palavras me identificam não vou negar.
    Mas no próprio discorrer do texto podemos notar, que não importa quão mal seja o fim, mas que sempre iremos aprender com ele.
    Pois aqui mesmo lemos a palavra recomeçar.
    O renascer de um novo amor para poder fazer tudo diferente acontecer.
    Isso é lindo, importante e também fundamental.

    Vamos Ava, segure minha mão e deixemos o amor que passou, ser página virada para nosso coração.

    Beijos!

  13. MENEZES says:

    AHHHHH,COMO É DIFICIL CONCILAR ESSES DOIS! CORAÇÃO E RAZÃO.

  14. Amiga, seu texto é maravilhoso, sei bem como se sente.... cada frase parecia que tb era pra mim...mas acalme seu coração que uma hora isso tudo vai amenizar e depois passar......e vc vai ter essa vontade de viver tudo novamente mas com uma nova pessoa e será tudo mais lindo ainda....pq vc merece viu?
    Beijos.

  15. Olá.
    Vim agradecer sua presença no meu cantinho, e dizer que é uma delicia te ler..
    Que texto mais lindo hã?
    Parabens.

    beijos

  16. tossan says:

    Não é melacolia é apenas uma homengem ao amigo que se foi.
    Belo texto!

  17. Exagerada? Eu diria avassaladora!

    Quem tem medo de viver não é páreo para ti! Vale mais desistir!

    Viver intensamente é o lema!

    Vai acabar? Que importa: o recomeço é uma certeza.

    BB (de saudades)!
    António

  18. amiga..o segredo está em fincar os pés no chão e seguir adiante, sem olhar para trás... e com o tempo você vai até sentir saudade da saudade que sente hoje...tudo passa. certeza.

    belo texto

    beijos

  19. Oi Ava...ter consciência disso já é um bom caminho, saber separar as coisas, viver nesse caso é preciso , ao contrário do que diz o poeta, mas no sentido de necessário, essencial para que sua vida continue, para que você possa descobrir novas paisagens...novos caminhos e se dê a chance do presente...fácil falar desas coisas né!!
    Portanto faça o que seu coração mandar..rs
    Um abraço na alma...
    beijo

  20. Sonhadora says:

    Minha querida
    Um texto de sentimentos profundos...faz bem à alma.

    Beijinhos com carinho
    Sonhadora

  21. O tempo tudo cura
    o que não se jura
    o alvoroço do coração
    a tisteza da canção
    que nos recorda a paixão
    e a vida que nos importa
    que nos diz que não está morta
    a madrugada da realidade
    a nudez da verdade
    e futuro que se deseja
    para além de tudo o que se enseja.
    Jorge Manuel Brasil Mesquita
    Biblioteca Nacional, 24/06/2010
    etpluribusepitaphius.blogspot.com

  22. Oi, querida.

    Saudades daqui.

    Foi bom te ler.
    Lendo pensei em mim.
    Ah, se eu pudesse voltar no tempo
    não teria amado assim.
    Não teria sonhado tanto.
    Acreditado.
    Talvez ainda tivesse a ilusão do bom. Do sincero.

    Ai, ai. Você me fez lembrar de tudo que me tem feito ausentar de mim.

    beijos, amigaaaaaa
    te gosto muito

  23. Sábias e belas palavras,Ava,me senti em teu texto,amada.
    É sempre bom vir aqui.
    Grande abraço,boas energias,
    Mari

  24. Queria agradecer muito as tuas palavras no meu blog, é ótimo saber que alguem gosta tanto assim do que escreve, que acha tão cru assim, que sai da alma. Obrigada mesmo!
    Beijo grande, espero post novo aqui!

  25. Esse é o nosso mundo, essa é a nossa vida minha cara!
    A cada queda, aprende-se a levantar mais rápido e fortalecido!

    E fazer disso algo que emocione, é uma arte!

    Pois como diria o poeta maior aqui do Sul:

    "Se um poeta consegue expressar a sua infelicidade com toda a felicidade, como é que poderá ser infeliz?"

    Mário Quintana

    Beijos e um ótimo fim de semana pra ti!
    j.

  26. ParadoXos says:

    a vida real em palavras poéticas!


    abraços

  27. ººº
    Esquecer quem? minha amiga.

    A vida é de ciclos, com muita pena nossa, né?

    Como te compreendo...

    Cabeça ao alto, tá?

    Bjooooo

  28. Benno says:

    de excesso de amor não tenho medo, só tenho medo é de não corresponder,
    pois as entradas do coração são muitas
    mas a saída é uma só e bem estreita. Nem todo mundo consegue passar por por ela. é que há tantos amores, mas só há um AMOR.
    Quando abunda não é nocivo, mas o que é raro e venenoso pode até matar. Morre-se desse veneno chamado amor. Mas é dele apenas que se vive de verdade e a vida sem ele nem merece esse nome.

  29. A.S. says:

    Querida... a vida é para ser vivida intensamente!
    E na vida tudo renasce e se renova... até o amor!
    Na enseada do tempo, repousam ainda todas as aventuras e todos os desejos...

    Beijosss
    AL

  30. *flor* says:

    Ás vezes encontramo-nos assim numa encruzilhada sem saber por onde seguir, mas na verdade tudo passa tudo se ajeita e enquanto o vento não muda nós vamos vivendo.

    Fantástico Ava parabens!

    Beijinho *(=

  31. Loira says:

    ava,
    sinto sua falta!! no meu outro blog.
    te aguardo la.
    lindo texto de puro sentimentos
    que não deva ser contidos.
    a alma fica leve.
    lindo dia com carinho e bjos.

  32. Bom dia, Ava!


    É com grande alegria que viemos te convidar, mais uma vez, a participar conosco da blogagem coletiva do mês de Junho, cujo tema é

    "O que você faria se, por um dia, se tornasse alguém do sexo oposto?"

    A blogagem tem início hoje e vaí até sexta-feira, dia 02 de Julho.
    Ficaramos muito felizes em tê-la conosco novamente!

    Beijo grande!

    Sanzinha

  33. Dois Rios says:
    Este comentário foi removido pelo autor.
  34. Dois Rios says:

    Querida Ava,

    Olhar a vida pelo retrovisor nos impede de seguir adiante. Se há "pedaços de recordações" guardados na memória significa que houve fortes motivos para que assim seja.
    Enfim, os erros e os acertos são fortes componentes que levamos bagagem afora. Mesmo que houvesse/haja uma segunda chance, jamais será um recomeço. Isso faz lembrar repetição e, ainda que o amor persista, nada mais será como antes. Pode até ser melhor, mas nunca como antes.

    Obrigada pelo lindo comentário. Acho até que vou, com a sua licença, mudar o título do post para "A Essência da Espera". Encaixou-se com precisão ao poema.

    Beijos ternos,
    Inês

  35. Aparentemente, abriste o teu próprio coração às palavras.
    O resultado foi um belíssimo texto, onde abordas os sentimentos do amor com grande intensidade e verdade.
    Gostei muito, minha amiga Ava.
    Boa semana, beijos.

  36. tossan® says:

    Você não é exagerada e sim avassaladora. Texto lindíssimo. Beijo

  37. Vivian says:

    ...se foi bom deixemos guardado
    na gaveta das emoções bem vividas.

    se não foi bom,
    o tempo cuidará de apagar
    os rastros.

    o que não se pode e deixar
    de AMAR...AMAR...AMAR

    bj, querida linda!

    saudades de vir aqui...

  38. Querida amiga.

    Enquanto amamos o coração permanece vivo.
    Pouco importa se o amor traz sofrimento.
    Mil vezes o sofrer por um amor,
    do que não sentir a delícia
    de amar, de amar, de amar...

    Dias de paz para ti.

  39. Sentimento meu, que me roubaste de mim... por onde me carregas?

    Como diria Ângela Rô Rô:
    "Sei que a vida é passageira,
    mas o amor que eu tenho, não..."

    Ava,
    quanto mais amor, tanto mais sofrer; quanto mais disso for, mais vida há que ser.

    Beijos.
    Ricardo

  40. leonel says:

    Eu bem queria fazer o tempo voltar, e, tentar, ao menos tentar, fazer as coisas acontecerem de forma diferente. Paixão é algo bom de ser sentido, mas também chega atropelando tudo, tomando-nos para si. É egoísta, e, efêmera. Não é brisa, é furacão mesmo, instalado, e, instaurado. Mas, fazer o que se não temos domínio? O tempo não volta, uma paixão não volta a acender. E talvez, quando chega este momento, seja a hora de sermos, de fato, irracionais. Não pensar no tempo, não pensar no que vivemos, ou, no que deixamos de viver. Sem análise alguma, apenas deixando as coisas irem acontecendo...

    É... me vi muito por cá, nestas tuas linhas.

    Abraço do leonel.

  41. Continue sendo como é, e amando intensamente. Não se mete medo, apenas o outro não estava na mesma sintonia. Se tivesse iria adorar a sua forma de ser e de amar e de se entregar.

    beijo

  42. Olá Ava, tudo bem?
    Amar é um grande dom, só quem ama sabe e reconhece a beleza da vida, lindo post!
    Abraço!
    estou te seguindo.

  43. MENEZES says:

    Linda música... gosto muito deles! Vc sabia que vc foi a primeira fora do meu circulo a seguir meu blog? Eu não esqueci! Olha tem concurso lá no blog! e o premio é bom! vai lá! bjs

Novo Comentário