Das cartas que não te enviei...! - I

27 comentários
 


.

Tenho resistido bravamente à vontade que tenho de te falar, de te escrever. Guardo uma caixa de rascunhos, cheia de e-mails escritos e não enviados, como se ao escrever, eu pudesse exorcizar todas as tuas lembranças, que me açoitam a alma, o coração, a minha pele, a minha boca, onde ainda quardo o sabor da tua saliva... E o meu corpo... Ah, o meu corpo... Ainda teima em guardar o toque de tuas mãos. Ah, o toque das tuas mãos...! Meu Deus, como podem as lembranças nos assombrar assim...? O vazio que ficou ainda é avassalador. Ainda me perco nesta vontade quase constante de te contar os meus dias e as minhas noites. De partilhar contigo aquelas coisas pequeninas que me habituei a dividir por dois. Das intermináveis horas ao telefone, do acordar ao som da tua voz... Sinto saudades, como sinto... de nossas fantasias, de nossos diabinhos soltos, fazendo mil travessuras, de como nos deixávamos embriagar de desejos ao imaginar mil formas de prazer... Descortinamos um mundo encantado, diria que quase irreal, de como nos propúnhamos a viver o prazer entre um homem e uma mulher... Mas o mundo é tão real em suas cobranças, em nos moldar ao seu jeito, em nos mostrar que sonhos são apenas sonhos... Talvez tenhamos exagerado no nosso sonhar... Ainda me assusta saber que não devo pegar no telefone de cada vez que quero muito falar contigo. Ainda olho o nosso telefone ( sim, eu tinha um telefone só para voce, para nós...), na gaveta, como que na esperança de alguma chamada tua... Ainda me invade uma sensação estranha ao amanhecer, quando ouvia o toque do celular e ainda meio sonolenta ouvia tua voz, e era o bastante para ser sempre primavera em meu viver... Ainda me aterroriza o silêncio que fica em vez da tua voz. E ainda me sinto fraca e vulnerável por não ser capaz de lidar com isto de outra maneira. Ainda... E são ainda tantas as noites em que adormeço rendida ao cansaço, por já não ter mais forças para lutar contra as saudades que sinto de ti. Não devo perdir desculpas, voce já me disse isso. Mas como não te perdir desculpas por me sentir assim, tão fraca, tão frágil, diante da tua ausência, da falta que sinto de você... As vezes sinto que essas lembranças somem, desaparecem, como neblina no cálido calor do sol da manha, outras vezes me chegam assim, de chofre e me invadem, como uma avalanche, que nada deixa pela frente, e me deixa assim, tão frágil, soterrada sob recordações do que vivemos e do quão pouco que restou desse amor...




.
.

27 Comentaram...

  1. Blue says:

    Ava Alice!
    Alguém um dia me falou assim: não guarde nada que te faça lembrar de um amor. Mas eu ainda não consegui jogar fora. Parece ser este o caso aqui...

    É duro...

    Beijo

  2. O coração é um traidor: arranja sempre maneira de fazer o contrário do que manda a razão!

    BB
    António

  3. Olha, senti isso durante tempos. Agora percebi que tudo foi um erro, e minha única alegria é saber que ao menos fora sentido. Vivido. Mas, ao lembrar-me a saudade não s efaz mais presente. A dor ainda insiste, mas o querer não.
    Que o tempo e a vida contribua para sua felicidade.
    Bjin,
    K.

  4. Benno says:

    acho que quando resistimos em falar ou escrever, devemos falar e escrever e deixar de resistir... talvez a outra pessoa tenha a mesma dúvida e queira. Tenho cá prá mim que a responsabilidade pelos contatos é minhas e por isso nunca espero o outro tomar a iniciativa. beijos

  5. A.S. says:

    Ava,

    Mais que pedaços do passado, tenta a solidez do presente e a confiança do futuro!

    Beijos e saudades!
    AL

  6. Sempre que você escreve, exprime os sentimentos, são muitas emoções, é sempre vindo da alma.

    Lembranças e saudades, fortes, intensas.

    abraço com carinho

  7. Seu Blog é bem mais original e interessante...
    Vc escreve com sensibilidade, alma e emoção. Fala de coisas simples e belas.
    Sabe expressar a beleza da vida com seus escritos.
    Eu gostei daqui.:D
    Bjo

  8. C. says:

    Amar a lembrança pode ser uma opção menos dolorosa que esperar um retorno.




    Queridona, que saudade! Vê se nao some, faizfavore! :-)

  9. Andréia says:

    A dor da saudades de alguem que já não faz mais parte do nosso presente é realmente muito ruim.
    Mas... Um dia isso passa

    Força !!


    bjs

  10. Este comentário foi removido pelo autor.
  11. Trésor says:

    Como compreendo essa vontade de falar, de gritar o que o coração quer, mas a razão não deixa.

    Beijinhos

  12. Ava,


    Passei pra te deixar um super beijo e desejar uma feliz páscoa a você e toda a sua família! :)

    Aproveito pra te convidar a participar de uma idéia super legal que eu tive.
    Segue o link:

    http://migre.me/4iKXn

    Beijo grande!

  13. Feliz Páscoa a você e a todos de sua familia e amigos.

    Um um abraço!

  14. Querida amiga

    As palavras vindas
    da alma são intensas.
    Sentimentos que transbordam
    independente de desejarmos...

    Que haja em ti sempre sonhos
    por sonhar.

  15. Ava,

    Que carta linda e emocionante...uma amor cantado em versos sentidos.
    Bela música no vídeo.

    Que seu domingo de Páscoa seja iluminado.
    Beijos carinhosos.

  16. O amor é incontável, menina.

    "Como dizer adeus sem lágrimas?
    Se não fosse tecidos laços
    Se fosse leviano
    Foi real
    Extingue a força
    Corpo chama
    O tempo foge
    Não seremos o que somos hoje, amanhã."

  17. Benno says:

    espero que sua Páscoa tenha sido cheia de luz e felicidade. Beijos

  18. Há quanto avassalador tempo que não aparecia...
    Sou feliz porque não sei escrever, nem ler.
    Não sei contar nem cantar.
    Não sonho nem descanso.
    Não guardo saudades nem alegrias.
    O meu mundo irreal é... real.
    Não sou como o mar que enche e vaza.
    Nem como a balança que balança de um prato para o outro (a redundância é propositada).
    Nem...
    Nem agradeço ou peço desculpas.
    Nem vejo o pôr-do-sol ou o prateado da lua.
    Como sou assim... só vivo.
    Respiro
    Inspiro.
    Expiro e
    Caminho.

    Cumprimentos.

  19. A.S. says:

    Ava...

    Na vida tudo renasce e se renova!...


    Beijos!
    AL

  20. Benno says:

    puxa! quando vc comentou eu já tinha atualizado... será que não está visível? Beijos saudades dos seus posts :(

  21. Linda a carta, porque não falar sobre todo esse amor? Se esse amor tem uma direção pq nao segui-la? É uma forma de sabermos que lutamos por esse sentimento.
    Bjos

  22. Este comentário foi removido pelo autor.

  23. Boa noite, Ava!

    Nós, Wilson e Sanzinha, viemos avisar que agora nós escrevemos juntos em um novo blog, o Nuestro Cielo. Como sua amizade é importante para nós e não queremos perder o contato, pedimos que você nos visite em nossa nova casa e nos siga lá. Segue o link:

    http://lonuestrocielo.blogspot.com/

    Já estamos te seguindo com nosso novo perfil. 
    Os blogs "Bom Ruim Assim Assim" e "Jardim Secreto de Sanzinha" serão excluídos. Pode até excluí-los de sua lista de visitas.

    Então é isso! Esperamos você em nossa nova casa!

    Um beijo grande e um abraço apertado!

    Wilson e Sanzinha.

  24. Sandra says:

    Vim deixar meu abraço super gostoso a você..
    Um abraço transmite emoções na trocas de carinhos e afetos.Compartilhamos alegrias, sentimentos, amenizamos as tristezas, demonstramos carinhos e amizades, damos amor.. Expremos sentimenso que somente nossos coração conhece.
    Feliz dia do Abraço para Você.
    Muito obrigada por ser meu amigo virtual tão especial. Carinhosamente,
    Sandra

  25. Hey, Ava!
    Tudo bem?
    Passei pra te deixar um beijo.

    Te desejo uma semana cheia de magia!

    Para terminar, uma musiquinha para alegrar o coração:

    http://www.youtube.com/watch?v=GaKyzvleiv8

    Beijo grande!

    Sanzinha

  26. Blue says:

    Ava Alice Avassaladora sumida,

    E cadê a parte II?
    Anunciou, prometeu!

    Beijo

  27. Ava seu blog é lindo...já entrei aqui muitas vezes....seus textos são profundos com emoção..gosto disso..
    bom fim de semana
    super beijo
    titi

Novo Comentário