Vice Versa

48 comentários
 


Vice Versa


Autor: Mário Benedetti


Tenho medo de ver-te
necessidade de ver-te
esperança de ver-te
insipidezes de ver-te

tenho ganas de encontrar-te
preocupação de encontrar-te
certeza de encontrar-te
pobres dúvidas de encontrar-te

tenho urgência de ouvir-te
alegria de ouvir-te
boa sorte de ouvir-te
e temores de ouvir-te

ou seja
resumindo
estou danado
e radiante
talvez mais o primeiro
que o segundo
e também
vice-versa



Perde o mundo, mais um grande escritor e poeta. Mário Benedetti faleceu domingo, dia 17 de maio.Nascido no Uruguai, mas uma mente brilhante da America do Sul.
Entre seus tesouros, um em especial me encanta... aqui está, para o deleite de todos vcs!


Para ilustrar tão belo poema, nada melhor que uma bela obra de arte!
Vênus - Óleo obre tela, um quadro flamejante de paixão! Obra de António Tapadinhas, pintor português que coloca vida em seus quadros. Seu Blog: http://semargens.blogspot.com/

48 Comentaram...

  1. Olá
    que lindo!

    estou participando da coletiva,em defesa da infância,seu comentária é muito importante,e sua visita um prazer,
    beijos
    Mari

  2. Cá, says:

    Lindo. Lindo como sempre.


    Bjus

  3. Este comentário foi removido pelo autor.
  4. Bom dia, minha amiga

    que linda homenagem!

    Parabéns belo bom gosto na escolha do texto e da imagem.

    beijo e um lindo dia pra ti.

  5. Não comento a obra que ilustra o belo poema, por razões óbvias...

    Vendo bem, nem posso, melhor, não me atrevo a comentar o poema...

    Aprendi convosco a amar Mario Benedetti...

    Obrigado Mario Benedetti (um dos meus irmãos chama-se Mário) e obrigado a ti, querida, pela honra que me deste.

    Grande, comovido beijo.
    António

  6. Uma grande perda, sem dúvida. É de dar tristeza mesmo. Agora o que eu não agüento são essas pessoas que vão aos Blogs, não lêem a postagem e dizem "lindo", "que lindo", "Lindo. Lindo como sempre".
    O quadro do Tapadinhas é lindo (aqui o qualificativo cabe, só não cabe à morte de tão ilustre escritor).
    Um beijo, querida,
    Renata

  7. Branca says:

    Lindos os poemas dele, na lateral do meu blog tem um que gosto demais tb, poxa...fiquei triste, as pessoas não deveriam morrer...

    Uma semana abençoada pra vc minha amiga...bjo carinhoso!

  8. rm says:

    Ei Ava,
    ignorante como sou, só tomei conhecimento da obra desse poeta quando a Anne Moor também fez uma postagem homenageando o autor. Fiquei com muito boa impressão.

    Já o talento do Tapadinhas tive o prazer de conhecer um pouco antes. E tenho ainda melhor impressão. Ou vice-versa! rss

  9. Tetê says:

    Ava!!!!

    Não vale
    !!

    Haaaa

    Lindo!!
    bem próprio ao seu ( meu? ) momento, não!!!


    Mas na urgência... sabe?
    eu bem que faria umas mudanças nesse poema..

    hã???

    Bjus, Linda!!!

  10. Muito bonito tela e poema. Sempre belas escolhas apra mexer com nossas emoções e lembranças.

    abraços, bom dia.

  11. Escelente nota e poema. Obrigado pelas dicas.

    Ai...

  12. O mundo poético se entristece.
    Lindo poema e bela imagem...parabéns!
    Beijos e ótimo dia pra você.

  13. O "te" é tão especial...

    A morte de qualquer alma é triste, mas algumas são mais sentidas do que outras.

    Fique com Deus, menina Avassaladora.
    Um abraço.

  14. Querida amiga,

    obrigado pela explicação. Há,no meu modo de ver, sempre, a possibilidade de se ter algum entendimento dos sentimentos, mesmo que pequenos.

    Mas, que bom que você associa beleza com tortuosidade e densidade. Bom ter essa visão de que beleza não se associa só com superficialidade e aparências, não é mesmo?

    Mas me agrada tua interpretação, gosto de, com meus escritos, possibilitar ganchos para várias interpretações, o que significa que cada um, ao seu modo, participa do poema, reescreve-o com sua leitura.

    Este tipo de diálogo é bom, mais do que só comentários elogiosos que normalmente se faz nos blogs.

    Obrigado mesmo.

    Beijo.

  15. Teve um período em que me dediquei à leitura de autores argentinos e uruguaios. Mario Benedetti foi um deles.

    O poema é lindo! Bela postagem.

    Beijo.

  16. neide says:

    Oi querida amiga, não conhecia esse poeta mas lamento essa perda.
    O poema e o quadro estão lindos!

    Tenha uma semana iluminada.

    Bjsss

  17. Olá Ava, belas palavras estas, fez-me lembrar, viajar e pensar em alguém que conheço (e vc tb, rss)

    Bjos ... fotografados!!!

  18. Obs.: Não é Benfiquensse, mas sim, benfiquista, rsss

  19. Francisco says:

    O poema do Mario Benedetti e a tela no nosso amigo A. Tapadinhas.
    Será que pode existir uma combinação melhor? Tenho a certeza que não!
    Perfeito!!
    Um beijão!

  20. Benno says:

    quem me dera ser do último tipo :)
    acho que é só para os iluminados
    gostei do poema, dura perda para o mundo das letras
    quando um poeta morre o mundo enevelhece mais um pouco e fica mais duro e cruel :(
    beijos

  21. Lindo poema...

    Obrigada por sempre ir no Palavras Cruzadas =D
    abraços

  22. Udi says:

    Ma-ra-vi-lho-so!

    ...e, pelo que se pode apreender das postagens anteriores, cabe como uma luva à tua atual situação, nénão?

    Você é mesmo avassaladora! (não canso de repetir isso né?)

    ...mas que história é essa de ter uma Vênus do António que não lembro de ter sido postada no "Sem margens..."?!

    Você é mesmo impossível!

    orgulho de ser sua amiga!
    beijos

  23. Avassaladora,

    Perfeita a escolha para uma homenagem merecida a esse grande gênio da poesia universal que nos deixou.
    E a tela que ilustra o poema está a altura dos versos.

    Beijos carinhosos.

  24. Nossa!
    q linda esta obra de arte e a poesia entao, como sempre arrasando em seus posts. Por isso q me conquistastes.

    Bjokas =*

    Kariny

  25. Mario Benedetti tem muitos poemas e muitas crônicas lindíssimas. Adoro a obra dele...

    A Venus do António está lá no blog dele sim :-) e já foi parceira de um poema meu lá no Life... Udi. Não lembras?????????

    Beijos aos três :-)

  26. Olha a Lobba me mata de vergonha desse jeito... quem vê pensa que tem fila mesmo... hahaha

    Mas pode ficar com a frase sim, se isso te apeteceu!

    Bjaum

    P.S: Num tô com essa corda toda não...

  27. A Anne já havia postado uns poemas dele ... muito bom o cara. Pena que tenha falecido.
    E o Tapadinhas anda escondendo suas modelos ...

  28. Lusca says:

    Eu não conhecia Mario Benedetti e nem Tapadinhas. Mas a escolha dos dois ficou muito boa =)
    Só que confesso que gostei mais da tela do que do poema. ^^"

  29. lindo poema que exprime um pouco de cada um neste estado de paixao.
    joao

  30. AC Rangel says:

    A ida do Mário nos deixa a todos um pouco mais insencíveis e incultos. Perde o mundo, perdemos nós um pouco de cultura e de elegância.
    Parabéns pela homenagem.

    Rangel

  31. Bom dia Avassaladora amiga.

    Eita! Coisa gostosa de ler, o pensamento vagueia,
    em plena manhã me faz pensar em lua cheia,
    às vezes mais do que ousado me enleia,
    este tal de vice e versa nunca me chateia.

    Bom para os olhos, bom para o espírito.

    Beijos.

  32. A.S. says:

    Mário Benedetti, um dos meus poetas preferidos!

    Curvo-me perante o seu talento!
    Permite que me associe a esta tua tão significativa homenagem!


    Beijos...

  33. Vera says:

    Uma homenagem lindíssima! Um poeta nunca morre. Ficará eterna a sua poesia, graças a pessoas como tu :)

    Beijo grande

    (desculpa a ausência)

  34. Bandys says:

    Muito lindo... Adorei

    beijos!

  35. Apesar de me teres chamado "marreto", no blogue da Tété, não levei a mal no contexto que foi, até puxei pela graça como viste.

    Serás como é óbvio, bem recebida, sempre visitares o meu blogue :)

  36. Voltando de viagem....
    Minha lindaaaaaaaaaaaaa sempree post lindo!
    Quem nunca viveu essa situação??? Quem não vive?
    ter medo de encontrar e vontade...medo de estar perto e desejo dessa aproximação...ow ow
    Viver isso é um paradoxo total e louco! Bom e ruim...querer e ter receio de querer...mas vencemos. Ohhh se vencemos!

    Estou fechando meu blog esta semana só para os amigos. Vc vai precisar pedir autorização no meu e-mail que aparecerá para continuar no meu blog e...é claro, quero muito que vc fique. Por favor, assim que tentar entrar no meu blog e constar fechado, envie um e-mail e mando autorização. Peço apenas que identifique no e-mail o nome do seu blog. Valeu!
    beijo grande
    ..............Cris Animal

  37. que beleza de post amei. tenha uma excelente quarta. bjss

  38. Tatiana says:

    "Tenho medo de ver-te
    necessidade de ver-te
    esperança de ver-te
    insipidezes de ver-te"

    É uma pena perder alguém que tenha escrito essa grande maravilha!
    Que Deus o acolha!

    Queria te agradecer o carinho das palavras e dizer que a sua presença em meu blog me deixa lisonjeada!

    Beijos com meu carinho

  39. Violeta, says:

    Amiga, tudo que é bom dura o suficiente para ser inesquecível e com certeza este poeta vai ser.
    Linda homenagem e certamente merecedora.
    Obrigada pelo comentário em meu humilde blog. Fernando Pessoa é um dos poetas que mais admiro.


    Bjss e apareça sempre.

  40. É bonito pensar que morre a carne, a poesia fica. E o homem, dessa forma, alcança a imortalidade.

  41. ©tossan says:
    Este comentário foi removido pelo autor.
  42. ©tossan says:

    É lindo o poema, é como voar! Beijo

  43. Quem assim escreve não devia morrer nunca...
    Cara amiga, tem um excelebnte resto de semana.
    Beijo.

  44. neide says:

    Oi linda!

    Tem selo no cantinho, passa lá.

    Bjsss

  45. Suas palavras são avassaladoras. Veja quanto comentários. Bjos menina.Te adoro.

  46. Trazendo um beijo muito carinhoso e desejando a voce uma linda noite....

  47. O amor parece gostar dos extremos, parece necessitar da corda bamba pra se manter com o viço do novo... Traz insegurança e certeza, prazer e angústia, tristeza e alegria.
    Linda a poesia escolhida pra homenagear o escritor Mário Benedetti!
    E a Vênus é um arraso!
    Beijos pra vc
    Márcia

  48. C. says:

    Mais um passarinho que se foi...
    Sei que ele vive em cada poema e conto que escreveu, pq sua escrita é intensa e por ela, ele se fez eterno.

    Bela homenagem!

Novo Comentário