Desalento...!

52 comentários
 



Hoje,quando olhei para céu, vi que a lua faltava um pedaço... Foi como se visse meu próprio coração...
Ele também está faltando um pedaço... Como a lua minguante.... Pedaço que o alguém levou e ainda não trouxe de volta. Sinto uma sensação de perda angustiante.
A noite se rendia ao brilho mágico daquele pedaço de lua... A dor de uma solidão estranha percorreu o meu corpo...
Era como se a dor se rendesse diante de tanta beleza em uma única noite...
E nessas horas, em que perco o rumo de meus pensamentos, começo a divagar... Pensamentos vários se afloram, vindos acompanhados de uma dolorosa sensação de impotência, que aos poucos vai tomando conta de mim... Me sinto inebriada com a dor...
Assim como a noite não controla a lua, que misteriosamente desafia os amantes, assim também, não consigo controlar meu sentimentos... Sentimentos que insistentemente me desafiam.... Que sentimento é este??? Amor atrevido! Amor invasivo! Amor cafajeste! Amor bandido!
Esse amor não pede licença... Chega de mansinho, como a lua, e se instala... Como uma raiz em terra fértil se apodera de minhas reservas... Coloca por terra qualquer tentativa de reação, de defesa, de luta...
Sinto-me frágil, diante dessa angústia.
Eu que pensei que era uma rocha... Ledo engano...
Me sinto reduzida a uma pequena e frágil flor... Flor que a tempestade de sentimentos que agora toma conta de mim, balança de um lado para outro freneticamente...
Tento me recompor... Ser firme... Mostrar que ainda sou capaz de lutar...
É nessa hora que junto meus sentimentos esparramados... E vejo mais uma vez, a força do vento que percorre as noites, açoitar e arremessar meu pobre e esfalecido coração ao chão...
Ah, a noite... Como é dolorosa a solidão ...
Ah, o amor! Só quem experimentou esse sentimento, sabe como é gostoso a busca eterna por ele...




O Grande Poeta já sabia...



Todas as Cartas de Amor são Ridículas

Todas as cartas de amor são
Ridículas.
Não seriam cartas de amor se não fossem
Ridículas.
Também escrevi em meu tempo cartas de amor,
Como as outras,
Ridículas.

As cartas de amor, se há amor,
Têm de ser
Ridículas.

Mas, afinal,
Só as criaturas que nunca escreveram
Cartas de amor
É que são
Ridículas.

Quem me dera no tempo em que escrevia
Sem dar por isso
Cartas de amor
Ridículas.

A verdade é que hoje
As minhas memórias
Dessas cartas de amor
É que são
Ridículas.

(Todas as palavras esdrúxulas,
Como os sentimentos esdrúxulos,
São naturalmente
Ridículas.)

Álvaro de Campos
Ilustração: A Lua - óleo sobre tela de 1928 - Tarsila do Amaral

52 Comentaram...

  1. Udi says:

    Tentando ser solidária (solidariedade feminina) ...também desse mesmo cara das cartas de amor:
    O poeta é um fingidor.
    Finge tão completamente
    Que chega a fingir que é dor
    A dor que deveras sente.

    E os que lêem o que escreve,
    Na dor lida sentem bem,
    Não as duas que ele teve,
    Mas só a que eles não têm.

    E assim nas calhas de roda
    Gira, a entreter a razão,
    Esse comboio de corda
    Que se chama coração

    beijos e bom finde!

  2. Finalmente deixo de ser ingrato e visito seu blog. Que agora está incluso na aldeia lá no Assertiva, como prometi... faz tempo, rsrsrs
    Grande beijo

  3. Tetê says:

    Avinha!!!

    Olha só que gracinha de música que ganhei!

    Bem própria aos sentimentos que lambuzam minha alma
    e marcam fundo
    meu corpo!!



    Poema
    Ney Matogrosso
    Composição: Cazuza / Frejat

    Eu hoje tive um pesadelo e levantei atento, a tempo
    Eu acordei com medo e procurei no escuro
    Alguém com seu carinho e lembrei de um tempo
    Porque o passado me traz uma lembrança
    Do tempo que eu era criança
    E o medo era motivo de choro
    Desculpa pra um abraço ou um consolo
    Hoje eu acordei com medo mas não chorei
    Nem reclamei abrigo
    Do escuro eu via um infinito sem presente
    Passado ou futuro
    Senti um abraço forte, já não era medo
    Era uma coisa sua que ficou em mim, que não tem fim
    De repente a gente vê que perdeu
    Ou está perdendo alguma coisa
    Morna e ingênua
    Que vai ficando no caminho
    Que é escuro e frio mas também bonito
    Porque é iluminado
    Pela beleza do que aconteceu
    Há minutos atrás



    ______________ahhh, bom sábado pra vc!

  4. Mais uma vez, muito bom!

  5. "É nessa hora que junto meus sentimentos esparramados... E vejo mais uma vez, a força do vento que percorre as noites, açoitar e arremessar meu pobre e esfalecido coração ao chão..."
    Puxa quanto sentimento... estou adimirada por tanta beleza e sentimento...
    A senseção traduzida em palavras...
    Amei
    Abraço

  6. rm says:

    Ava, minha nega;
    agora entendi porque é preciso pedir perdão: "Amor atrevido! (...) Amor cafajeste! Amor bandido!"
    Sorry, sou muito burro... rss

    Udi,
    solidariedade feminina? quaquaqua

  7. Fofa says:

    Fofinha,

    Não fique assim, tenha paciência, não sofra por antecipação.
    Tem momentos na vida que não adianta querer colocar fim, se ainda não for o momento.
    Apenas se respeite, respeite seu sentimento, e seja feliz!
    Beijocas

  8. Helinha says:

    Oi!!

    Como disse Raul Seixas:

    "... porque quando eu jurei meu amor eu traí a mim mesmo...
    Hoje eu sei
    Que ninguém nesse mundo é feliz
    tendo amado uma vez..."

    Tem um selo pra vc lá no meu blog!!

    ^^

    Beijos!!

  9. Francisco says:

    A lua também tem as suas fases. Nem sempre está cheia e brilhante.
    Como é bom ser ridículo escrevendo cartas de amor, não é? E ler, então!!
    Um beijão.

  10. "E o coração de quem ama, fica faltando um pedaço, que nem a lua minguando, que nem o meu nos seus braços" , já cantava Djavan e eu adoro essa canção. Toda vez que a escuto, choro.
    É assim mesmo, amiga, quando amamos, dói, parece que cortaram um pedaço do nosso coração, e a ferida fica sangrando.
    Também concordo com o Poeta quando ele diz que todas as cartas de amor são rídiculas, porque quando amamos parecemos bobos, ficamos extasiados.
    Não dá para escolher entre o seu texto e o poema de Fernando Pessoa. Acho que o amor se manifesta de ambas as formas.
    Beijos, querida,
    Renata

  11. Amiga e como sei,
    como é sentir esta busca pelo amor,
    o desejo de soltar-se...

    Beijokas =*

    Adorot-te d+

    Kariny

  12. Vivian says:

    ...a lua é testemunha
    tanto de desencontros
    como de encontros de amor.

    e assim caminha a vida
    de todos nós.

    alguns com lágrimas,
    outros com sorrisos.

    tudo por amor,
    este sentimento que veio
    para trazer felicidades,
    alegrias de viver.
    mas quando não sabemos
    administrá-lo transforma
    em algoz dos corações
    desavisados.

    pena isso, né linda?

    bjbj

  13. Oi fia dos monstros a Tarcilia e o Alvaro campos!

    Comentar o que? Eles por si falam, né não? kkkkkkkk

    Muito da porreta sua postagem, valeu fia! kkkkkkk

    bjs
    O Sibarita

  14. Blue says:

    Cartas de amor, são cartas escritas não pela razão, mas pela emoção, pelo coração. Não acho que sejam ridículas. Mesmo porque, já muitas escrevi, escrevo e escreverei!!!

    Beijos

  15. Cleo says:

    Não deixe o desalento desfolhar a flor, reaja.
    Lindo texto e adoro esta letra cantada pela Bethânia.
    Bom fim de semana.
    Beijos com carinho
    Cleo

  16. "Não sou como a abelha saqueadora que vai sugar o mel de uma flor, e depois de outra flor. Sou como o negro escaravelho que se
    enclausura no seio de uma única rosa e vive nela até que ela feche as pétalas sobre ele; e abafado neste aperto supremo, morre
    entre os braços da flor que elegeu."

    ( Roger Martin)

    Passando para desejar um final de semana com muito amor e carinho.
    Abraços do amigo Eduardo Poisl

  17. BRAVO! BRAVO!
    Sempre gamo nos teus posts!

  18. O Amor não é ridículo!... As cartas de Amor também não são ridículas; carecem de subjectividade, não se desviando do assunto, mesmo que rendilhe o " doce assombro" com admiráveis rendas ridículas de apaixonado deleite!... O Poeta, esse, trabalha com todas as agulhas, com todas as linhas sobre todos os panos; o Poeta, quando decide perder-se de Amores, rendilha o céu, as estrelas, a LUA e o Ego do destinatário!... Embora perdido de Amores, o Poeta encontra-se sempre, por ele mesmo, nele mesmo, justificando-se perante ele próprio, o que o torna... admirávelmente igual a qualquer "falhado" não correspondido!... Caso seja bafejado por uma banho delua para dois, não passa de uma vulgar criatura ao serviço do apelo da admirável Natureza... como qualquer outro necessitado de Amor!
    A LUA... é tua, é minha, é de todos e, de quando em vez falta-lhe mlhões de pedacinhos, talvez comidos por esfomeados desencontros, no entanto, por cada pedacinho que falta, outro é reposto por muitos milhões de Amores que se encontram!...
    A Lua está sempre lá e quando na noite se enche daquele hipnótico efeito... aproveitem; estejam acompanhados ou sós... aproveitem e explorem, deixem contagiar-se, usufruam e, depois, adormeçam SERENOS!

    Escolha entre... beijos e abraços

  19. Olá é sempre uma grande satisfação voltar aqui, registro minha gratidão por sua amizade, atenção e gentileza, obrigado mesmo de coração por sua visita e comentário, tudo isto nos fortalece e aproxima. A casa é nossa volte sempre. Saiba que admiro muito o seu trabalho. Realizado sempre com muita Inteligência e excelente qualidade, parabéns pela excelente postagem, meu reconhecimento e votos de muito sucesso e brilho.
    Quero compartilhar com você o poema abaixo do nosso imortal Vinícius de Moraes:
    “Certas palavras podem dizer muitas coisas;
    Certos olhares podem valer mais do que mil palavras;
    Certos momentos nos fazem esquecer que existe um mundo lá fora;
    Certos gestos, parecem sinais guiando-nos pelo caminho;
    Certos toques parecem estremecer todo nosso coração;
    Certos detalhes nos dão certeza de que existem pessoas especiais,
    Assim como você que deixarão belas lembranças para todo o sempre. Precisa-se de um amigo que diga que vale a pena viver, não porque a vida é bela, mas porque já se tem um amigo. Precisa-se de um amigo para se parar de chorar. Para não se viver debruçado no passado em busca de memórias perdidas. Que nos bata nos ombros sorrindo ou chorando, mas que nos chame de amigo, para ter-se a consciência de que ainda se vive.”
    Desejo um fim de semana repleto de alegrias extensivo aos familiares. Forte abraço, paz, luz, saúde, prosperidade e muitas bênçãos. Fique com Deus. Felicidades.
    Valdemir Reis

  20. O amor quando não correspondido nos causa esses sentimentos, de ficarmos perdidas em nós mesmos. E alguns amores parecem que tem esse poder com mais intensidade, são mais intensos, arrebatadores, mais incontroláveis.

    Os e-mails de amor, substituindo as cartas, tornam-se ridiculos porque o outro não ama também. Bate no vazio.

    beijos

  21. Nuu amiga...vc agora foi profundom esmo...as vezes sonho ao olhar as estrelas e lembro de meu futurooo...


    bjaooo

  22. Tetê says:

    Avinha,

    linda demostração de carinho!



    _________________________bjuuu

  23. Aquela nota madrasta,
    Que por ti se atrai e arrasta,
    Lavra branca de filhos em linha,
    Cinco linhas de um olhar que basta,
    Alegro marialva que de fininho definha,
    Ressuscitando cada alma de nota sozinha,
    Libertino triste que de ti se afasta!

    Rouxinol de papel em poisos de pentagrama,
    Solta pio escondido que cresce de mansinho
    Trovão de elevada ode afogada na lama,
    Substituída arte por arte de triste fama,
    Canto lírico de tonto poeta sozinho,
    Trinado falso de manhoso comezinho,
    Falsa voz que o canto roubado clama!

    ....

    Apenas um pedacinho da mais estraha música...

    Escolha entre beijos e abraços

  24. sejamos ridículos, sem medo, ridículos perante a tudo que se apresenta como sério, irrefutável, inevitável, e é só farsa... sejamos ridículos porque tudo o é... mas sejamos belamente ridículos, sendo ridicularmente ridículos.
    beijos
    luis de la mancha

  25. Avassaladora, que beleza de compartilhamento de post, agora entendo prque foi as lágrimas, como as palavras expressam emoçoes, e nos chegam com tamanha força q nos transforma em outros seres diferentes do q eramos antes de lermos cada postagem. Prabens pela postagem . lindo domingo e boa semana.

  26. Há coisas que nos dão um brilho especial, capaz de iluminar até a alma!

    A Lua faz parte desse imaginário...

    Mas também há pessoas e Pessoa...

    Na sexta-feira, fui recebido em casa do Fernando, na Brasileirinha do Chiado, e bati um papo gostoso, inspirado por esse génio, que morrendo tão novo, continua vivo, dando novos ângulos de visão para o nosso mundo...

    Na postagem anterior, ainda não tinha dito, mas gostei muito do poema e dos cheiros das flores campestres...
    :)
    Beijo.
    António

  27. Avassaladora!





    Adorei teu comentário de anteontem!

    Além das outras coisas que eu já adoro em você... rs!

    Abraços, flores, estrelas..

  28. Avassaladora,

    De um sentimento tão vital como o amor surge tantos outros sentimentos que,transformados em uma linda poesia,cheia,sobretudo,de ternura,confirmam que só há vida quando há amor.
    Linda e avassaladora,como sempre,a sua poesia.
    E ridículos são os que não se dispõem a amar.

    Uma linda tarde de domingo pra você,minha doce querida.
    Beijos carinhosos.

  29. Corrigindo(digitação):'surgem tantos...'.

    Mias beijos!

  30. Ai, ai...dor de amor.

    Querida, eu entendo qdo diz que o amor foi invasivo, que chegou e se instalou, sem pedir licença. Sei que é assim que a gente sente, mas no fundo, bem lá no fundo, sabemos que permitimos isso. Mais ainda : a gente quis (sempre quer) e deixou acontecer. Faz parte da vida, é condição para estarmos aqui.

    O poeta chegou a essa simples conclusão. Só nos resta concordar com ele :

    "Que pode uma criatura senão,
    entre criaturas, amar?
    Amar e esquecer,
    amar e malamar,
    amar, desamar, amar?
    Sempre, e até de olhos vidrados, amar?

    Que pode, pergunto, o ser amoroso,
    sozinho, em rotação universal, senão
    rodar também, e amar?"

    http://www.memoriaviva.com.br/drummond/poema033.htm

    Um beijo.

    ℓυηα

  31. A mesma Lua que parece incompleta segue seu ciclo para que se encontre, plena, Cheia! E assim, nela espelhada, também seguimos nós.

    Beijos e borboleteios

  32. *
    Desalento...!

    É assim que me sinto neste momento. Temos que saber viver com essas adversidades.

    Bjo_____fotografado

  33. Gosto de mais em olhar para a a laia e achar minhas respostas ..ainda mais quando a procuro e nao acho....

    bjaoooo

  34. Dime que sí

    Dime que sí,
    compañera,
    marinera,
    dime que sí.

    Dime que he de ver la mar,
    que en la mar he de quererte.
    Compañera,
    dime que sí.

    Dime que he de ver el viento,
    que en el viento he de quererte.
    Marinera,
    dime que sí.

    Dime que sí,
    compañera,
    dime,
    dime que sí.

    (Rafaeli Alberti)

    A vida na internet não é só o desconhecido.
    Pode ser um conforto, duma palavra, dum texto, dum poema.
    Lindo e belo o poema de Alberti.

    Não havia Lua quando morreu, mas deixou na Terra as suas palavras encaminhadas para poemas belíssimos.
    A Lua dos amantes tem fases, como qualquer amor banal.
    Temos que nos orientar na escuridão da Lua Nova e não viver ofuscados com a Lua Cheia.
    Esta é uma quimera, e dura como as outras amantes, digo fases.
    Ah! Sim, é o amor que a noite descobre e o dia resplandece.

    Uma boa semana.

  35. rm says:

    Ei Ava,
    sei que não é o caso, mas relendo agora sua ótima postagem, lembrei-me de uma canção muito antiga do Chico, talvez você não a conheça...

    Tem o mesmo título do seu post (cito de memória, perdoe alguma imprecisão...):

    "Sim, vai e diz
    Diz assim
    Que eu chorei
    Que eu morri de arrependimento
    Que o meu desalento
    Já não tem mais fim
    Vai e diz
    Diz assim
    Como sou infeliz
    Nos meus descaminhos
    Sem saber de mim
    Diz que eu estive por pouco
    Diz a ela que eu estou louco
    Pra perdoar
    Que seja lá como for
    Por amor, por favor
    É pra ela voltar
    Sim, vai e diz
    Diz assim
    Que eu bebi
    Que eu caí
    Que eu não sei
    Que eu só sei que cansei enfim
    Dos meus desencontros
    Corre e diz a ela
    Que eu entrego os pontos."

  36. Encontramos na net pedaços do nosso eu.

  37. Lindo poema, adoro seu blog, sempre tão profundo e encantador.

    obrigada pela visita no Palavras Cruzadas, volte sempre, tem selo pra vc lá.
    bjos
    boa semana

  38. tossan says:

    Mas o ridículo é esplêndido, é fantástico, eu mesmo sou ridículo e avassalador no ridículo quando se trata desse tema. Beijo moça avassaladora!

    PS: Dançar?! Vc não me convida!

  39. Somos turbilhoes de emoções incontrolaveis, quem somos nós pra decifrar o indecifravel dos desejos, o poque falta um pedaço da lua em nossas madrugadas....beijos carinhosos no coração e uma semana cheia de amor,paz e carinho...

  40. Branca says:

    Acho que sou ridícula então amiga...adoro cartas, adoro bilhetes, adoro todas essas manifestações 'ridículas' e lindas de carinho, de amor...

    Ótima semana pra vc...bjo carinhoso!


    Somos donos de nossos atos,
    mas não donos de nossos sentimentos;
    Somos culpados pelo que fazemos,
    mas não somos culpados pelo que sentimos;
    Podemos prometer atos,
    mas não podemos prometer sentimentos...
    Atos sao pássaros engailoados,
    sentimentos são passaros em vôo.

    Mário Quintana

  41. Xacal says:

    Bon jour...

    Como sempre, sua visita carinhosa é aurora de manhãs cinzentas...

    Desculpe o péssimo jeito para mensagens de carinho, pois de onde venho, não há galanteio sem pieguice...

    Cantiga de ninar.

    Não é,
    Que eu não conheça,
    Belas cantigas,
    Contos de fadas.
    Não é,
    Que eu não saiba,
    Palavras doces e,
    Modos gentis.
    É que,
    Nos lugares onde cresci,
    Nada disso servia,
    Por isso de tudo esqueci.

    aos três dias do mês de novembro, do duomilésimo sétimo ano de minha desgraça...03/11/2007.

  42. Bom dia, amiga!
    Levantei-me às 11 da manhã, vê se isso é hora!
    Obrigada pelos votos de boa semana, que retribuo.
    Um beijo,
    Renata

  43. Déia says:

    Oi, não sou a Déia do Sam rs, mas adorei que deu uma passada lá no blog !
    Adorei o seu tb !
    Beijos

  44. Avassaladora,

    Fui no blog do seu amigo e fiquei comovida com a proteção e carinho que ele transmitiu em suas palavras.

    Você é abençoada e sabe cultivar frutos doces, menina linda.

    Beijo grande e que sua semana seja de luz!

    Rebeca

    -

  45. Oi Minha Linda e Avassaladora amiga..
    Me perdi em sua divagaçoes , e angustias em noite enluarada onde o coração :sofre, chora sente saudades.
    Realmente so que passae ja passou por isso sabe exatamente o que suas palavras quiseram passar e passaram com tanta perfeição.
    Desejo que sua busca pelo amor que preenchera seu coraçao , chegue o mais rapido possivel.
    Te desejo tudo de mais lindo e amoroso que Deus possa lhe reservar.

    Beijos e muita.....
    LUZ!!

  46. Tetê says:

    Avinha,

    um dia alguém me disse que sou o paradoxo em pessoa.
    Eu quis brigar, fiquei de mal, me senti ofendida, nossa, o tempo fechou!

    Daí, veio a vida e me provou que sou alguém que vive de extremos.

    Extremos de carinho,
    extremos de amor,
    de dor, de desilusão,
    extremos de amizade,
    de compreensão e também
    de certezas.

    Entretanto,
    quando quero alguma coisa,
    quero!
    mas nunca o suficiente pra levar às últimas consequências meu querer, minha vontade,
    ou meu ponto de vista
    e caio num vazio sem fim.

    Lido no limite da dor
    e da saúde com extrema dedicação
    e delicadeza.
    Não quero ser apenas boa naquilo que faço,
    quero ser a excelência em pessoa,
    porque acho que se tem que ser feito,
    que seja feito então,
    com a melhor técnica possível,
    e se eu domino esta técnica,
    então, vou lá e dou o melhor de mim.

    Mas aí...
    tem dias que eu subo calçadas,(aquele traste meio-fio!)...

    Enfim,
    dou a mão à palmatória e reconheço que sou
    mesmo uma droga de paradoxo!


    E olha que eu só tinha vindo aqui
    pra te dizer que eu gosto
    muito,
    mas muito de vc,
    e que de presentes e presentes que
    a gente recebe nesta vida,
    sem dúvida vc foi um dos
    melhores e mais preciosos.

    E deu no que deu...
    deixo parte de mim pra vc,
    levo parte de vc comigo...

    E assim,
    a gente resiste!


    BjOOOOOOOOOOOO!

  47. Boa noite amiga Avassaladora.

    Quer queiram quer não, sempre existirá o feitiço da lua que com o seu luar ainda entorpece as criaturas e que continua cercado de mistérios enigmáticos.

    E você mística amiga Avassaladora continuará a nos brindar magnificamente com as suas intrépidas aventuras pelos
    escaninhos de nossos sentimentos mais ocultos.

    Quarto crescente é a fase da lua que está reinando desde o dia o dia 31/5... Que lhe seja propício em todos os sentidos.

    Beijos e N.E.O.Q.E.A.V.

  48. Segue um trecho da petição:

    “Um projeto de Lei do Senado brasileiro quer bloquear as práticas criativas e atacar a Internet, enrijecendo todas as convenções do direito autoral. O Substitutivo do Senador Eduardo Azeredo quer bloquear o uso de redes P2P, quer liquidar com o avanço das redes de conexão abertas (Wi-Fi) e quer exigir que todos os provedores de acesso à Internet se tornem delatores de seus usuários, colocando cada um como provável criminoso. É o reino da suspeita, do medo e da quebra da neutralidade da rede. Caso o projeto Substitutivo do Senador Azeredo seja aprovado, milhares de internautas serão transformados, de um dia para outro, em criminosos. Dezenas de atividades criativas serão consideradas criminosas pelo artigo 285-B do projeto em questão. Esse projeto é uma séria ameaça à diversidade da rede, às possibilidades recombinantes, além de instaurar o medo e a vigilância.”
    Isso é sério,abracei esta causa,abrace tb...
    seu comentário é importante sua assinatura também
    boas energias,

  49. Painel ou mosaico,
    tudo aqui procura ser
    "avassalador":
    nos poemas,
    nas cores,
    nos olhares.
    Emfim,
    uma viagem.
    Delirante?
    Talvez...

    Abraços.

  50. Nosalai says:

    Amiga Ava...I am lost for words...
    Só passando por isso, mas passamos amiga ah se passamos!
    Beijos

  51. Imaginamos que somos fortes se um dia o amor nos tocar, mas quando isso acontece, descobrimos que somos completamente fracos em relação a sua força.

    Amei!

    Beijocas!

Novo Comentário