A Busca...!

32 comentários
 


Cadê você ?

Quem perguntar por mim
Responde que sai por aí
Com a saudade nas costas
A decepção segurando a minha mão
Para não me deixar cair
Recair e afundar em ti

Fui

Fui para não ficar
Para não magoar
Nem ser magoada
Para não ter motivos para chorar

Se pisam em mim
Arregalo os olhos
Me levanto
Sacudo as dobras da tristeza
Desamasso o rosto

E sigo

Por uns dias ando sem destino
Sem olhar pra trás
Miro o horizonte e sigo

Deixo o sol me cegar
Para não ver a dor que estou sentindo
Deixo a chuva me molhar
Para lavar as lágrimas
Sigo a lua que não pára
Para não parar
Quebrei a bússola
Para não lhe encontrar

Se perguntarem por mim
Diga que estou escondida em mim
Tentando expulsar você de lá.

Se perguntarem por mim
Diz que estou voltando
Já consigo respirar
Dois corpos não cabiam em um só lugar
Em mim
Deixei você ir
Para que eu possa continuar
A ir ou voltar

Se perguntarem por mim
Diz que voltei
Ainda restam lembranças

Autora: Paula Barros
Blog: http://pensamentosefotos.blogspot.com/
-------------------------------------------------------------------------------------
Há presentes e presentes... Esse poema recebi de Paula Barros, uma amiga querida,aqui desse pequeno grande mundo virtual...
Guardei por um tempo, mas agora pedi permissão a ela, e aí esta, para o deleite de todos os amigos que aqui visitam!
-------------------------------------------------------------------------------------
Para quem não leu ainda, Traços de um Homem, postou um poema que escrevi a algum tempo. Um gesto de imenso carinho, de um amigo querido. Essa troca de carinho e energias positivas, é o melhor que podemos levar desse mundo virtual...

Vale a pena conhecer o Blog...Lindo!

http://tracosdeumhomem.blogspot.com/

32 Comentaram...

  1. Oi querida vim conferir rsrsr. A imagem é muito bonita e o poema gostei muito dele aqui, nesse lugar especial e aconchegante. Onde os sentimentos são sempre avassaladores.

    Esse poema foi de um momento de sentimentos avassaladores. rsrsr

    Ler meu poema aqui. É me ler. Me ver. No hoje e no passado. É lembrar, sentir saudade dos momentos bons, é sentir a dor das lágrimas que escorriam. É saber que sempre tiro proveito de tudo para aprender.

    abraços, obrigada pelo carinho.

  2. melhor voltar a si mesmo(a), ainda que si já seja outro(a) - é o que penso.

  3. Dedifinitivamene a Paula é mesmo "Avasaladora" com as palavras e emoções.
    Ela tem esse poder de nos fazer querer ver e ver cada vez mais aquele cantinho dela.
    Abraços

  4. Bonito o poema, renascer dos escombros, é renascer para a vida, que seja sem pressa...valeu pelas palavras...um abraço na alma

  5. O Profeta says:

    Palavras tatuadas na saudade...


    Doce beijo

  6. A Paula Barros é muito boa de serviço.
    Cadinho RoCo

  7. Belo presente senhorita Avassaladora, mas sinceramente deixe os maus sentimentos para trás, entendeu?

    Fique com Deus, menina.
    Um abraço.

  8. Ler a Paula Barros é pra mim fazer uma tradução da alma, é procurar a paz e encontra o infinito, realmente ela traduz tudo que escreve em um sentimento maravilhoso chamado amor, eu simplesmente sou fã e parabens por traze-la até aqui, otimo final de semana pra ti querida...beijos na alma....

    www.evr.russo.blog.uol.com.br
    O Livro dos Dias.

  9. tossan says:

    Venho visitar uma amiga e dou sorte, encontro duas! Duas poetisas! Lindo poema! Avassalador! Beijo pra as duas queridas.

    ainda o silêncio
    ainda o vazio das palavras
    ainda a dor de um amanhã mudo
    sem a luz de um olhar
    sem o raiar de um sorriso
    ainda um céu cinzento sobre a cabeça
    o sol brilha por toda a parte
    a parte que me cabe perdeu-se

    e o autor desta também não sei...

  10. Muito boa sua iniciativa de colocar um poema da Paula aqui.
    Ela sempre arrassa nas escritas.
    Cheguei aqui pelo blog dela.

    bjs

  11. says:

    Se perguntarem por mim
    Diga que estou escondida em mim
    Tentando expulsar você de lá.

    Lindooooo o texto!

    Grande abraço!

  12. Zisco says:

    O segredo é não se repetir, para não sofrer pelos mesmos erros, ainda que isso signifique buscar acertos diferentes também.
    penso que se não me repetir nunca precisarei voltar, estarei sempre indo de algum lugar, para qualquer outro lugar.

  13. Oi amiga!

    Esse texto da Paula tem um ar romântico e belo. Adorei e gostei que você tenha dado seu espaço para mostrar as palavras dessa nossa amiga que tanto gostamos.

    Poema como esse é sempre um colírio para os olhos.

    Beijos para vocês.

  14. Zisco says:

    Moça,
    depois de amanhã eu mudo o tema, nem sei o que será, mas não serão mais os tais olhos verdes, isso eu te garanto, gosto desta incerteza, gosto de não saber qual será o tema para os próximos 15 dias, kkkkkkkkkkk!!!!!!!


    Bjs!

  15. Linda a poesia.
    Acho que é isso mesmo; há um tempo até para a tristeza. Depois, sacode a poeira e continua em frente. A vida é uma e temos uma missão: felicidade.
    Beijos, Querida!
    ...............Cris Animal

  16. Joyce says:

    Oi Avassaladora! Estava lendo o seu perfil

    "A vida não tem sentido sem paixões arrebatadoras... É preciso vivê-las até o fim! E então recomeçar... Refeita para novos rumos e caminhos!"

    Tenho que concordar com vc. Eu ainda nao vivi a minha até o fim. Se bem que já passou da fase avassaladora ... enfim, só nao vou desistir :P

    bjos.

  17. Belo presente. É bom receber carinho, não?
    Obrigado pelo comentário hipercarinhoso no ESSAPALAVRA.

    beijo.

  18. Oi, querida
    Lendo os comentários e me emocionando.

    beijos

    (as letrinhas de verificação voltaram?)

  19. Paula é esplendida e vc tb!!belo poema ,bela imagem,e vc tb escreve maravilhosamente bem!!
    bj na alma e ótimo fds!
    Lane

  20. Luciana says:

    Belo presente, belo texto em formato de poesia! Gostei muito da imagem que você escolheu para o post.

    Beijos e bom final de semana pra ti!

    Lu! (http://perfumedeafrodite.zip.net)

  21. caurosa says:

    Olá Avassaladora, que belo poema, a nossa amiga Paulo Barros é maravilhosa em seus poemas e imagens fotográficas. Parabéns pela escolha.

    Muita paz e harmonia,

    Forte abraço

    Caurosa

  22. Belo poema da paula..com grandes verdades..
    Ainda bem que não guardou só para vc rs..
    Beijos

  23. Paula, depois de tão lindas linhas, só resta a ele lhe pedir: - VOLTA PRA MIM!!!

    Parabéns!!! bjs

  24. Lindo poema, muito bom mesmo.
    um abraço

  25. Voltei poque é sempre bom passar por aqui.

  26. Em sendo assim é um poema avassalador, né não? kkkkkkkkkkk

    Eita poema retado da Paula, carregado de amor, paixaõ, desejos...

    Tá e se afunda de paixão em lá eu, vou acho é bom! kkkkkkkkkkkkkkkkk

    Fique magoadaa não moça! Para que né?

    Parabéns pela postagem!

    -Rapaz!
    -Oxente, o que é?
    -Essa Paula é apaixonada!
    -Ô, é? Sabia não... kkkk
    -Oi eu vou é me picar, viu?
    -Vai?
    -Ora, você tá tirando onda com minha cara!
    -Eeeeuuu? kkkkkkkkkkkk Fui... kkkk

  27. manzas says:

    O sol acende a tímida luz do dia
    E embarco na viagem que nunca faço…
    Abraço manhãs no ceio da chuva fria
    Desbravo os ventos em trilhos do acaso

    Grato estou pelo comentário
    No meu “pensamentos”…
    Que adormecem
    Ao relento do alento
    E enriquecem
    Meus esplêndidos momentos

    Um resto de um bom fim-de-semana

    O eterno abraço…

    -MANZAS-

  28. Belo poema da Paula, já disse e repito, quanto as marés...
    O segredo é estar sempre com bóias e um sorriso daqueles bem valentes...rss...Um abraço na alma

  29. Passei por aqui novamente.
    Um beijo.

  30. MInha querida, obrigada pelo carinho da visita e pelo comentário.
    Adorei demais o seu "cantinho"...é lindo e já sou seguidora. Voltarei sempre se assim o permitir minha linda! Beijos e ótimo fim de semana procê!rs

  31. Que lindo, parabéns!

    bjus

    Fernando

  32. neide says:

    Querida Avassaladora,
    Muito lindo o poema, não conheço o blog da Paula, irei conhecer.

    Tenha um ótimo domingo.

    Bjão

Novo Comentário