Assim vou te esquecendo...! II

41 comentários
 

E passam-se as estações. Foi-se o outono, com suas árvores tingidas de vermelho, profusões de folhas pelo chão, dias curtos, noites longas e um friozinho anunciando o inverno, inverno que chegou rigoroso, trazendo mais gelo para um coração já petrificado depois de sua ausência. Um frio que tinge de branco a relva, nas noites de solidão em que suas lembranças são como fantasmas, a assombrar-me a alma. Uma lareira crepitante a um canto, pinta de dourado uma sala escura, projetando nas paredes imagens fantasmagóricas. Uma taça de vinho me faz companhia, acordes de uma triste melodia ecoa pelo ambiente, e trazem a minha memória, os momentos vividos com você, e uma dor cortante vai trespassando minha alma, numa certeza angustiante de que foram só momentos, nada mais que momentos. Fito as chamas, como se pudesse ver nas labaredas que sobem, o seu rosto, ou sentir no calor que emana desse fogo, o aconchego dos seus braços quando me abraçavam. Simulo um abraço com meus próprios braços, me encolho no tapete, e fico assim imóvel, e um frio que fogo nenhum aquece invade o meu corpo. Preciso de você, e essa dependência me angustia. Queria-te dispensável, descartável, algo para ser usado e jogado fora, uma noite de aventura e nada mais. Não assim, invadindo-me, ocupando espaços, destruindo todas as minhas resistências, abalando minhas estruturas, crescendo dentro de mim como uma planta parasita, sugando todas as minhas energias. Tuas lembranças são assim, queimando-me, ardendo em minhas entranhas, como as brasas que vão ficando na lareira. Sorvo mais um gole de vinho, troco a música, atiço o fogo, volto a fechar os olhos, sinto o calor que vem da lareira, e de novo me vejo invadida por essas recordações que queria ver reduzidas a cinzas, lembranças que transformam meu coração numa geleira glacial.



*Texto escrito em 29/06/2010.

41 Comentaram...

  1. A.S. says:

    Ava...

    Como queria "ver-te" sorrir! viver a vida intensamente, bebê-la em grandes tragos (como tu dizes), desfrutar todos os sentidos, desejos, sonhos, prazeres...
    Mas sei bem a fase que estás passando! Sei também que vai passar, pois não podes alimentar-te de um passado feito de recordações. A vida espera-te querida!
    Na vida tudo renasce e se revova... até o amor!!!


    BeijOOOO
    AL

  2. Hod says:

    Encantador Ava,
    Emociona, faz transpor o cansaço do um corçãoa. Chegada hora de vez enquando repensar.
    Delicia ler-te.

    Grato pela suave fragrância que deixastes na ouro boreal de minhas atmosferas.

    Beijo-a.

  3. Mas um dia esta geleira vai derreter por dentro, não é Ava?

    Se cuida menina.

    Fique com Deus, menina.
    Um abraço de "um Lobo do Mar".

  4. Olá Ava, acho que estamos passando algo muito semelhante. Vi seu blog no do RM, que acompanho desde sempre... E vou passar aqui mais vezes para ler esta linguagem boa sobre os sentimentos. O desafio de domá-los e viver em harmonia...

    Grande abraço =)
    Aparece no café, está um pouco nostálgico, mas tá bem bom!

  5. Ai amiga, fiquei gelada aqui tb
    Será que o sol vai voltar?
    "Mas é claro que o sol, vai voltar amanhã, olha que o sol já vem...
    Solidão já vi pior, de endoidecer gente sã, espera que o sol já vem..."
    Sabe, eu já passei por coisas que doeram, parecia a dor da morte, lá no fundo da minha alma...
    Sofri, chorei, e foram coisas que as pessoas me fizeram, e pessoas que eu queria bem...
    minha avó já dizia que a cobra só te morde se estiver perto...
    sempre são os que estão mais perto que podem nos morder...
    Mas olha, passa viu
    Um dia passa
    Não sei pelo que vc está passando mas de qq forma o tempo dá jeito.
    Fique bem tá? Faça uma forcinha...
    Esqueça o passado e procure como eu viver o hoje e um dia depois do outro...
    Fique em paz.
    Beijos na alma!


    Renda-se, como eu me rendi. Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei. Não se preocupe em entender, viver ultrapassa qualquer entendimento.
    Clarice Lispector

  6. quando o outro existiu, é inevitável a lembrança.

    faz parte do amor.
    grande bj.

  7. Há histórias que se escrevem profundamente no coração e não há como as descartar...

    Gostei muito!

    L.B.

  8. Benno says:

    o amor
    tão melhor na lembrança
    tão vibrante na imaginação
    tão prazeiroso no sonho
    que seria melhor não tê-lo vivido de fato
    a mente tanto inventa
    que é melhor mesmo que a vida real
    tão melhor mente na mente
    quando essa se mente

  9. Benno says:

    (corrigindo)

    o amor
    tão melhor na lembrança
    tão vibrante na imaginação
    tão prazeiroso no sonho
    que seria melhor não tê-lo vivido de fato
    a mente tanto inventa
    que é melhor mesmo que a vida real
    tão melhor o amor na mente
    quando essa se mente

  10. SAM says:

    Ava,

    um texto bem definido dos sentimentos. Mas tudo passa e que venha a primavera no seu coração!

    Carinhoso beijo.

  11. Bandys says:

    Ava
    Saudades moça.
    Tudo passa.
    Nada é pra sempre.

    Somos donos de nossos atos,
    mas não donos de nossos sentimentos;
    Somos culpados pelo que fazemos,
    mas não somos culpados pelo que sentimos;
    Podemos prometer atos,
    mas não podemos prometer sentimentos...
    Atos são pássaros engailoados,
    sentimentos são pássaros em vôo.

    Mário Quintana

    Beijos meus

  12. Blue says:

    Esqueçe não menina Avassaladora Alice Ava!
    Visite-me de vez em quando... rsrsrrs...

    Beijos

  13. Gilbamar says:

    Seus textos sempre emocionam encantando e encantam fascinando.

    Abraços poéticos de Gilbamar.

  14. tossan says:

    Você é genial! Avassaladora com as palavras e emoções. Beijos

  15. Vivian says:

    ...abra esta gaveta jogue tudo
    fora, limpe-a de velhos sentimentos
    e venha buscar emoções novas
    cheirando a felicidade, e a vida
    lhe sorrirá como bem mereces.

    bj, querida.

  16. Estou a ler-te e a escrever estas palavras, com 40º graus lá fora!

    Não sei se foi por saber que o Inferno está logo ali, que senti um agradável arrepio só por ter lido a palavra "geleira"...
    :)

    BB fresquinhos,
    António

  17. Muito, muito lindo o seu texto, Ava! Escrito com a alma...
    Beijo, querida!

    PS- Grata pela visita !
    Adorei!

  18. Ava, que belo texto, mesmo com o sentimento de tristeza, de angústia, de lembranças que queimam.

    Que hoje seja só um texto, e não mais as lembranças tão fortes.

    abraço

  19. Rosana says:

    O que seria de nós se não nos restasse nem mesmo as recordações, ainda que elas vez por outra nos machuquem e nos façam chorar, ainda assim que bom tê-las não é mesmo? Já disse o quanto gosto da sua presença em meu blog? Pois vou reafirmar, adoro.... obrigada sempre, beijos em seu coração, boa semana!


    Rosana!

  20. Pensador says:

    Pior que o frio do inverno é o frio dentro de nós. Este, não tem lareira, não tem vinho, não tem nada que o aqueça.
    Beijos!

  21. Cá, says:

    Sempre que leio vc, sinto que vc escreve com a alma! Emociona!

    Adoro tuas visitinhas no meu blog... qualquer elogio vindo de vc, me sinto envaidecida!

    Beijosss

  22. Essas estações, recordações, nos transformam efetivamente em paisagem.... Que tal um campo florido ou areias quentes do deserto.

    Bonito texto!

    Beijão!

  23. O seu texto me fez ouvir esta música enquanto eu lia:

    http://www.youtube.com/watch?v=zik8mq--SjM

  24. Estou passando,e deixando um grande beijo,e dias claros como o Sol,desculpe-me a ausência/
    Boas energias,
    Mari

  25. Olá Ava! Vi um comentário seu no blog do Flávio Morgado e resolvi te visitar. Qual não foi uma surpresa quando me deparei com uma alma tão intensa, vívida, apaixonada, ainda que hoje sangrando, mas vivendo intensamente, mesmo que seja o luto para um dia se refazer. E o melhor, sabe expressar isso muito bem. Estou te seguindo, gostei muito do blog... me identifiquei com a intensidade e vibração. E te digo... vai passar, essa é a única verdade que não muda. Não há mal que perdure pra sempre! Vai passar e em breve vc vai encontrar outro amor, quem sabe, aquele q vc está esperando. A gente tem que acreidtar, sempre né! Beijos

  26. Olá Ava,

    Lindo texto escrito com alma sofrida..verdadeiro.

    Mas um dia seu coração será aquecido com o calor de um novo amor.

    Tenha um lindo dia.

    Beijos no coração.

  27. "Enganei-me, enganei-me, enganei-me, enganei-me". Repetia a palavra até ela se ter transformado numa massa cinzenta, com a qual só conseguiu fazer um barquinho de papel até à lua. E passou dias com esse barquinho nas mãos, onde se vinham prender todas as memórias trsites do passado. E cada vez que mexia a cabeça remexia na fossa cerebral da história, da sua história.

    Um dia acordou, viu que o barquinho de papel tinha se rasgado, e que quando respirava era o cheiro alegre e leve do futuro que lhe chegava, sol-rindo com memórias novas e doces.

    Beijos de vida,querida!!

  28. assim, vou te seguindo...
    nessas linhas em desalinho
    e me alio com teu ser em letras umidas
    somos sós, mas nunca estamos sozinhos...
    boa vida
    bom dia

  29. Ô queridona!
    Um dia quero ler coisas felizes em seu blog!
    Quero ver vc feliz!!!
    Beijo!!

  30. Sandra says:

    AGRADEÇO IMENSAMENTE O SEU CARINHO. Retribuo com meu carinho tbém...
    A CURIOSA AGRADEÇE A SUA ATENÇÃO. TEM UM SELINHO PARA VC. 80 MIL VISITAS.
    NA INTERAÇÃO DE AMIGOS TEM COLETIVAS MUITO INTERESSANTE.
    PASSE POR LÁ.
    http://sandrarandrade7.blogspot.com
    Um grande abraço.
    A amizade é o melhor abraço que recebemos de alguém muito especial- VOCÊ!!
    Que bom que vc veio.

    Sandra

  31. Há sempre um caminho alternativo em nossos momentos de compressão.
    Cadinho RoCo

  32. AVA,

    QUE TEXTO!!!

    EU NÃO ACHO QUE ISTO ESTÁ CORRETO, ABSOLUTAMENTE.(RS)

    QUAL A RAZÃO DE ALGUMAS PESOOAS - E NESTE CASO ESPECÍFICO, "VOCÊ" - SEREM CAPAZES DE BORDAR TEXTOS COM ESTA ELEGÂNCIA, COMPETÊNCIA E CORREÇÃO, ENQUANTO OUTROS COMO EU SE SATISFAZEM EM FICAR ESCREVENDO AQUELAS PALHAÇADAS NO MEU BLOG?


    AVA, ESTE TEXTO É ABSOLUTAMENTE PROFISSIONAL, DE UMA TERNURA E UM ENCANTAMNTO QUE FARIA AMOLECER O MAIS DURO DOS CORAÇÕES EXISTENTES,CAPAZ DE TRANSFORMAR AQUELA MESMICE DO DIA-A-DIA NUM MOMENTO MÁGICO DE MOTIVAÇÃO PARA QUE PASSÁSSEMOS A OLHAR O MUNDO DE UM FORMA TÃO BELA E SENSÍVEL QUANTO ESTE SEU TEXTO.

    COMO ME ORGULHO DE SER SEU AMIGO VIRTUAL E PODER TER A RARA FELICIDADE DE ESTAR EM CONTATO COM VERDADEIRAS PRECIOSIDADES COMO ESTA.

    RECEBA DESTE SEU AMIGO PALHAÇO, DEZ, NOTA DEZ E EU PROMETO A VOCÊ QUE VOU FAZER TODO O ESFORÇO DO MUNDO, PARA UM DIA TENTAR ESCREVER ESTA MARAVILHA QUE VOCÊ COM O TÍTULO " ASSIM VOU TE ESQUECENDO...! II".

    E ESTOU SAINDO EM DISPARADA PARA LER O PRIMEIRO.

    FIQUE COM DEUS , VOCÊ ESCREVE PRA CASSETE!!!( DESCULPE O ENTUSIASMO CARIOCA).

    MAS, QUER QUE EU MINTA?

    FALA SÉRIO!

  33. Quando o coração é partido é vazio,
    no fim da noite é solidão, é frio.
    Se o coração é dividido,
    é um pedaço em cada porto
    são calores diferentes
    é bem humorado
    é inteligente.
    O coração em pedaços
    são gostos

    pouco compromisso
    é irresponsável...



    Abraceijos do :::FER:::

  34. Ahhhh,menina,tudo é tão dificil,né?
    Beijos

  35. [algo para ser usado e jogado fora, uma noite de aventura e nada mais. Não assim, me invadindo, ocupando espaços, destruindo todas as minha resistência, crescendo dentro de mim como uma planta parasita,]

    Lindo este pedaço, me lembrou orquídeas que vivem da seiva alheia, mas não deixam a beleza fora do seu parasitismo.
    Talvez por isso este crescer dentro, ficar latente,
    latejando a mente.
    Ou martelando.

    Belo, muito belo, minha querida amiga, mas como o belo gosta de ser triste...

    Bitokitas e saudades de vc.

    ;)

  36. Ava querida, foi grande minha alegría ao ver seu comentário...de reencontra-la, de sabe-la perto de mim...de meus textos onde se aninha minha alma.volte sempre c arinho y me encantou seu texto profundo, doído.Beijos...que a nossa saudade com nossos encontros a acabamos.

  37. AVA


    UM BEIJO
    UM SORRISO
    E
    POESIA




    SORRIR



    Sorri...
    Sorri sempre...
    Aproveita...
    A Vida...
    O Sol...
    O Amor...
    E vai srrindo...
    Olha o belo...
    Olha o lindo...
    E continua a sorrir...
    Faz da vida...
    O teu grande sorriso...
    Pois é muito bom...
    Saber sempre sorrir...

    LILI LARANJO

  38. Querida Ava,
    Ainda bem que a dor da perda é algo superável, nada fácil, mas não há o
    que não passe. É preciso pensar que algo se foi, mas ainda bem que momentos lindos foram vividos. E outros novos ainda estão por vir.

    Adoro sua passagem no meu Blog.
    Obrigado.
    Com carinho.
    Beijos.
    Helio

  39. Alguém disse que a dor é necessária, mas o sofrimento é opcional.
    De qualquer maneira, a vida é cíclica: nascimento-morte-renascimento-morte-renascimento...
    É um eterno ir e vir.
    Ótimo passar neste espaço.
    Bjs.

  40. Se é pra ficar bem, esquecer é a melhor opção.
    Beijos!

Novo Comentário