Onde está voce...?

33 comentários
 



Onde está voce?

Que iluminava meu sorriso
Que dava brilho aos meus olhos
Que ruborizava minhas faces

Onde está voce?

Que era pura magia
Que aquecia os raios de sol
Que colocava brilho nas estrelas
Que acendia a luz da lua...

Onde está você?

Que embelezava minhas manhãs com as flores da primavera
Que pintava minhas tardes com os dourados do outono
Que aquecia minhas noites com o calor do verão
Que adornava de branco meus dias de inverno...

Onde está você?

Que impregnava minha vida de poesia
Que coloria minha vida com as cores de uma bela aquarela
Que alegrava meus dias com as mais belas melodias...

Onde está você?

Que não mais encontro nas cores do arco-íris
Que não mais vejo na leveza do vôo das borboletas
Que não mais ouço na harmonia dos cantos dos pássaros...

Onde está você?

Que não mais encontro na magia do por do sol
Que não mais vejo na exuberância das cachoeiras
Que não mais sinto na doçura de uma fruta Silvestre

Onde está você

Onde está voce, que pintou de cinza os meus dias
Ao me deixar aqui sozinha…




.
Leia +...

De como eu te amo...!

21 comentários
 


Amo-te com minha maturidade
E com total imaturidade
Amo-te com o pouco de juventude que me resta
E com toda a irreverência da adolescência
Amo-te com toda prudência
E uma total falta de juízo
Amo-te assim
Com todas as minhas certezas
E tão cheia de incertezas
Amo-te confiante
E tão cheia de inseguranças
Amo-te corajosa
E com todos os meus medos
Amo-te, com um amor equilibrado
E tão inconsequente...
.
Leia +...

Preciso-te...!

21 comentários
 



Nessa tarde morna de novembro, deixo-me ficar a pensar em ti. Meus pensamentos vagueiam por todos os cantinhos de nossas lembranças. Lembranças do que vivemos, lembranças das emoções e sensaçães que experimentamos de forma tão intensa e completa. Meu corpo nasceu para se aninhar no teu, e minhas mãos para se entrelaçarem nas tuas, nessa entrega, onde de olhos fechados, sabíamos todos os caminhos do prazer...
Sinto um sufoco no peito. O corpo paralizado, se nega a obedecer a qualquer comando de reagir... Uma saudade angustiante devora-me por dentro, uma vontade lancinante de ti. Minha boca guarda o sabor da tua quando petiscavas beijos, e meu corpo guarda as sensações provocadas por teus carinhos atrevidos. Quero-te. Necessito-te. Preciso-te. Há em mim uma urgência de sua presença, para que eu possa sair desse estado de torpor provocado por essa falta insuportável que me fazes....




.
Ilustração: Briar Rose, by Alexandra Dawe

PS: Texto escrito em 18/11/2010 às 17:35

.

Leia +...